terça-feira, 19 de março de 2013

SEM SALÁRIOS, SEM AULAS: 300 PROFESSORES DECIDIRAM QUE A GREVE CONTINUA

Os professores da UGF decidiram por unanimidade pela manutenção da greve porque consideram um desrespeito à decisão da assembleia o pagamento feito a uma parte dos docentes, de uma parte dos salários devidos, sem explicações, sem indicações de garantias para o futuro. Os professores não aceitam receber quatro salários em sete meses... as contas não deixam. Maiores informações sobre as demais deliberações da assembleia constarão da ata da assembleia, a ser publicada brevemente.

Os funcionários da UGF também mantiveram a greve, porque consideraram desrespeitoso o pagamento a menos que a totalidade dos funcionários.

Os estudantes iniciaram a greve estudantil no dia de ontem. Ela tem como pauta fundamental a intervenção do MEC para o reordenamento da situação administrativa criada pela mantenedora.

Os professores e estudantes da Univercidade também estão em greve. Amanhã, 20 de março, haverá assembleia dos docentes da UC.

Sem salários, sem aulas!

24 comentários:

  1. Caso haja intervenção do MEC, o que acontecerá, e de que forma?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Aí galera, ninguém paga nada até resolver esta situação VERGONHOSA que o grupo desse reverendo nos colocou...

    VERGONHA DA GAMA

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de deixar o meu protesto e indignação,quanto a Galileu e aos professores, sei que eles tem direitos de protestar e fazer cumprir os seus direitos de receberem os pagamentos devidos e a Galileu tem obrigação de pagá-los, o que não pode acontecer é o que está "acontecendo" os estudantes que pagam as suas mensalidades acredito que a maioria com sacrifício ficarem neste meio, eles querem estudar e tem que haver um bom senso entre os professores,funcionários e a Galileu para entrar em um acordo para que ninguém venha ser mais prejudicado, se a proposta da Galileu não condiz com o que os professores querem que se faça uma contra-proposta para chegar ao fim desta greve, onde os maiores prejudicados estão sendo os alunos, acredito se houver um bom senso entre as partes e que seja cumprida possa dar fim a esta ridícula situação. Pelo que li já está sendo paga uma parte já é o começo de uma luz no fundo do túnel, tentem negociar e pelo amor de DEUS retornem a dar aulas e deem esperanças aos alunos onde cada um tem um objetivo junto com seus sonhos. Sei que a Galileu é totalmente responsável pela situação mais tem que haver um acordo. Aguardando uma boa notícia.
    Rose Martins

    ResponderExcluir
  7. Os professores não querem negociação, o que eles querem é a intervenção do MEC...a greve é só um motivo para não trabalharem e cobrarem depois na justiça esses meses de salarios mesmo não tendo trabalhado...afinal ja começou o ano letivo e não vão conseguir outros empregos

    Entendo perfeitamente o fato dos professores não trabalharem, afinal ninguem trabalha de graça...mas no mundo real, quando eu não concordo com o meu patrão, eu me demito e vou trabalhar em outro lugar e brigo na justiça pelo o que eu acho justo...e deixo a vaga para quem quizer trabalhar nas condições oferecidas. O que estão fazendo é covardia com os alunos, se não acreditam e não querem conversa...peçam conta e procurem outro emprego e entrem na justiça pelos seus direitos (que são mais que justo), se não conseguem arrumar outro emprego pois o ano letivo já começou não é motivo pra essa situação, afinal vai dar no mesmo ficar sem receber estando empregado ou não...agora querer cobrar os salarios de março e dos meses seguintes estando nessa greve é sacanagem...ainda mais com a debandada de alunos! E da mesma maneira que o professor não consegue outro emprego, essa hora do campeonato, nos também não conseguimos transferências, e alguns que como eu estavam no ultimo periodo teram que voltar atras e o dinheiro e tempos que gastamos nunca retornará!

    Já passei por situação parecida, comecei meu curso de engenharia mecânica na Santa Ursula, mas lá quando a situação chegou a esse ponto os professores e funcionarios em vez de ficar nessa guerrinha fizeram o que eu acho certo: não concordaram com a situação que estavam oferecendo e foram embora, os que queriam acreditar na salvação ficaram e deram aulas e tentaram do jeito que podiam ajudar, outros professores foram contratados, mesmo sabendo a situação que a universidade estava quizeram trabalhar...para nos alunos as condições eram ruins, mas tinhamos aula que é o mais importante! Laboratorio, elevadores, ar condicionado, etc...é legal, é bom...mas o mais importante é a aula...muitos alunos já trabalham na sua área e tem em suas empresas "laboratorios" avançados para estudo, e os que não trabalham tranquilamente conseguem visitar empresas e ver "como as coisas funcionam"...mas se a aula não existe faculdade!

    Então fica aqui um apelo de um aluno que entende perfeitamente que só trabalha de graça quem quer, e se vocês não querem, que saiam e que a universidade procure alguem que queira trabalhar por metade do salario de vocês!

    ResponderExcluir
  8. Antes de tudo, não é GalileU e sim Galileo!

    Eu não acredito que estou lendo certas coisas...Aluno fazendo drama, pensando apenas em si, dizendo que estão sendo os mais prejudicados. Pelo amor de Deus, TODOSSSSSSS nós estamos sendo prejudicados, alunos, funcionários, professores, lojas que dependem do movimento para pagar seus funcionários e aluguel e todos os nossos familiares. Tem professore que apenas trabalha na Gama, assim como funcionários e que não tem mais dinheiro se quer para se locomover mesmo que quisesse dar aula, pessoas passando necessidade, pessoas precisando vender bens para pagar dividas...E vem vcs falar em pedir para sair e correr atrás dos direitos?! Em que mundo vcs vivem?! Será que vcs vivem na Alice no país da hipocrisia?! Acorda meu povo!!!
    Mesmo que todos os professores quisessem sair, os novos não receberiam e a bola de neve continuaria e teremos mais famílias prejudicadas...Quando vc pede demissão, vc perde todos os seus direitos...Vcs acham isso justo???? Tenho vergonha de vcs que ao invés de se unirem olham para o próprio umbigo, realmente eu vivo numa sociedade burra e bundona, que não consegue perceber a gravidade da situação.

    Professores estamos com vcs...Continuem resistindo pois vamos conseguir.

    PS: Não duvido que essas publicações negativas sejam obra da Galileo Educacional para tentar quebrar o movimento...Se for isso, vcs não vão conseguir.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Fatima antes de mais nada você e aluna ou professora? Se for aluna, e você que paga a faculdade com o dinheiro do seu bolso? sinto muito mais você é mais uma sem opinião propria.
    Professores estão sem dinheiro para ir dar aula mais tem dinheiro para apoiar movimento dos alunos em Brasilia? Uma conta bancaria foi criada para isso.
    Eu que sou egoista? A Galileo tentou negociar da melhor forma possivel o salario dos professores e eles não aceitaram a proposta e nem uma contra proposta fizeram e ainda se dizem abertos a negociação, tudo para enganar os inocentes como você. Os professores querem receber 2 meses em uma paulada só, a Galileo não tem condições de pagar nessas condições senão não teria atrasado os salarios certo? E cade a vontade dos professores em negociar? em ceder? em dar aula? eu não vejo isso. Eu que pago para ter uma formação sou egoista? Direito meu cobrar dos professores e da Galileo que isso seja resolvido logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara... você está lendo tudo o que se posta por aqui? Os professores estão tentando negociar com a Galileo desde janeiro de 2013. Eles não aceitaram uma proposta, sequer, dos professores. A proposta deles é unilateral. Se não aceitarem, F. Já fazem mais de 10 dias, que a Diretoria da Galileo, sequer, recebe os professores para tentar uma negociação. A intenção deles é tentar jogar uns contra os outros, nesse movimento, e a julgar pelo que você e mais uns 2 escreveram, me parece que conseguiram alguns pouquíssimos adeptos.
      Você está querendo estudar na Universidade do Vampeta? A Galileo finge que paga, os professores fingem que dão aulas e você finge que está aprendendo?
      A conta corrente a que você se refere, foi aberta por alunos e as doações são totalmente voluntárias. Ou seja, quem tiver dinheiro para apoiar o movimento dos alunos (isso deve incluir você), que ajude. Os professores que estão passando por necessidades, certamente, não o farão, mas por falta de recursos, não por falta de escrúpulos...
      Você acha que impor até 4 meses de salários em atraso é "negociar da melhor forma possivel"? Se acha, você não deveria estar preocupado em perder o período, afinal, 4 meses, para você, é aceitável, não é mesmo?
      Quanto à intervenção do MEC, o que se quer é a intervenção administrativa, o que não inviabiliza (e nem fecha) o funcionamento da UGF. Seria, nesse caso, compor um grupo para administrar a UGF, tomando-a das mãos da Galileo.
      Outra coisa: aqui no blog, você só enche a paciência dos nossos professores, que já estão estressados pela situação que lhes é imposta. Vá até o site do Revendo Adenor (www.adenorgoncalves.com.br) e cobre dele, o que você disse ter direito de cobrar da Galileo.
      Se precisar se informar melhor sobre tudo o que está acontecendo, participe das Assembleias dos alunos e dos professores, ao invés de ficar "gritando" por aqui...

      Excluir
    2. Funcionário da Galileo identificado!

      Excluir
    3. "Quanto à intervenção do MEC, o que se quer é a intervenção administrativa, o que não inviabiliza (e nem fecha) o funcionamento da UGF. Seria, nesse caso, compor um grupo para administrar a UGF, tomando-a das mãos da Galileo."

      É isso que eu quero. Tem que tirar a UGF e UC das mãos desta quadrilha.

      Excluir
  11. Os professores estão nervosos? E eu não estou? So eles tem direitos de ficarem nervosos e eu que pago a faculdade não tenho?
    Eu não vou me deixar influencia por ninguem, nem por professor nem pela Galileo. Ambos estão errados, a Galileo por não pagar e os professores que querem receber 2 meses de salario de uma vez só sabendo que a Galileo não vai pagar.
    Confesso que antes eu ate apoiava essa greve mais depois que vi a proposta dos professores exigindo 2 meses de salarios de uma vez só eu mudei de opinião.
    Sobre a minha participação em assembleia dos alunos eu faço parte da minoria, eu estou sentado emcima do muro assistindo de camarote os "alunos revolucionarios" brigando por um lado que no futuro vai te reprovar por 0,5 ponto ou por falta.
    E essa assembleia dos alunos infelizmente não da para fazer muita coisa, não e comigo que a Galileo/professores tem que negociar. Para os professores e importante ter essa assembleia e conseguir o apoio dos alunos e do interesse deles.
    A maior burrice e apoiar um lado nessa guerra que o maior prejudicado e o aluno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então crie um blog do aluno prejudicado e vá reclamar por lá... O problema desse blog é ser democrático demais. Eu deletaria os comentários de quem só pensa em si.
      O blog do Rev Adenor (www.adenorgolcalves.com.br), DONO DA GALILEO, sequer posta comentários sérios, que são contra o que ele prega. Foi retirado um post imenso, para que não precisasse responder aos questionamentos de alunos sérios.
      Os nossos professores querem receber o que lhes é devido: 2, 3, 200 salários, não importa. Já deveriam ter sido pagos.
      Se você acha que a maioria dos alunos da UGF somos burros (pois apoiamos os professores e a nós mesmos), o que você ainda está fazendo aqui?
      Se os seus professores são assim tão ruins, que te reprovam por meio ponto, sem que você mereça (acho difícil), os meus não são. São sérios e merecem ser respeitados, assim como me respeitam até hoje.

      Excluir
    2. "Sobre a minha participação em assembleia dos alunos eu faço parte da minoria, eu estou sentado emcima do muro assistindo de camarote os "alunos revolucionarios" brigando por um lado que no futuro vai te reprovar por 0,5 ponto ou por falta."

      Falou uma grande verdade. Tem professor que só quer te Fu... e ainda cobra por isso.

      Excluir
  12. Abcde da Gama. Não procede. Existem vários tipos de interversões que o MEC pode fazer. O que os docentes da Gama querem é uma intervenção para sanear a administração da Gama, realizada pela Galileo. Neste caso a Galileo seria destituída temporariamente e a Gama passaria a ser administrada por uma comissão de docentes, por exemplo. O problema da Gama é a administração. No caso da Universidade de São Carlos, a intervenção foi por esta universidade não fornecer um ensino do qualidade, avaliado pelas notas baixas nos exames do MEC. Neste caso específico o MEC intervém para fechar o curso ou a universidade. Mas repito, isso não é o que os docentes da Gama querem. Convido vc a participar das próximas assembleias. Segunda-feira às 15:30hs (docentes) e às 18hs (alunos), na Piedade. Com certeza, se vc tivesse participado de alguma das assembleias que ocorreram nas ultimas semanas, não teria essa duvida...

    ResponderExcluir
  13. Roberto so uma curiosidade, você cursa o que na UGF? Quem paga a sua faculdade? Se eu tenho que fazer o blog do aluno prejudicado você tambem deveria fazer parte dele ou você não esta sendo prejudicado com essa situação?
    O problema e que você não aceita pessoas de opiniões diferentes e que me ofender de alguma forma porque penso diferente de você, mas relaxa eu não vou perde meu tempo com isso, na verdade eu nem deveria esta me direcionando a você mais vou te dar essa moral.

    Eu não estou aqui questionando o que os professores estão cobrando e direito deles o problema e a maneira que eles estão cobrando.
    Vamos ser sensatos? a Galileo nao pagou 1 mes em dia vai pagar 2 de uma vez só? Não vai. E enquanto isso os professores não apresentam uma contra proposta mais sensata e acessivel, o tempo ta passando e o desespero aumentando. Eu quero que isso seja resolvido da melhor maneira possivel mas e dificil você acreditar em uma solução quando os 2 lados não se entendem. Deu para entender agora Roberto? Se quiser eu posso tentar explicar de outra maneira ou desenhar para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que seria uma contra-proposta mais sensata, em sua opinião? Você faz ideia do que pode acontecer em julho, caso essa proposta seja aceita? A demissão em massa de mais professores, que, até lá, não terão recebido 4 salários e que não receberão os demais, e nem a reposição. Aí você vai ter aula com quem? Dr Alex Porto?
      Acorda Rafael. A Galileo não fez proposta viável, nem deu garantias aos professores de que fará a reposição a partir de agosto (onde vão arrumar dinheiro pra isso em agosto, se não possuem agora?). Ela sequer garante que os otários que venham a aceitar tal proposta, estejam empregados até o final do ano para receber a reposição. Além disso, a Galileo não recebe a ADGF há mais de 10 dias para novas negociações.
      O que estou tentando lhe dizer é que você precisa de toda essa veemência lá no escritório da Galileo. A ADGF e os professores estão tentando negociar há muito tempo... A Galileo não recebe nem os alunos... Você já tentou levar alguma comissão de alunos pra falar com eles? Pergunte à CAMED se eles estão recebendo alguém?
      Não estou tentando ofender ninguém, mas particularmente, me sinto ofendido quando vejo alguém atacar a única parte que está preocupada com os alunos nessa hora. Ou você acha que a Galileo está?
      Aliás, em uma coisa você tem razão... é melhor não perdermos mais tempo um com o outro mesmo. Cada um com a sua razão. A minha consciência está tranquila.

      Excluir
    2. Uma contra proposta sensata tem que ser boa para os 2 lados e a volta das aulas. Vamos ficar sem aula ate quando? Ate o MEC intervi? Isso pode levar meses. Eu tenho compromisso já marcado para o meio do ano e se continuar nesse ritmo vou ter que estudar no período de ferias da faculdade para repor o tempo perdido, e o dinheiro que eu já gastei para desfrutar das minhas ferias no meio do ano? Não vai adiantar nada eu e você ficar discutindo isso aqui mas pode deixa que eu vou fazer o possível para ir na próxima assembleia.

      Excluir
    3. OK, Rafael.
      Mas a intervenção talvez não demore tanto: http://oglobo.globo.com/rio/alerj-vai-entrar-com-acao-para-que-mec-faca-intervencao-na-gama-filho-na-univercidade-7900316#ixzz2O8N94OKV
      Quanto à proposta sensata, após a nossa pressão, a Galileo, finalmente, resolveu, depois de mais de 10 dias, receber a ADGF para conversar, novamente:"A GALILEO CONFIRMOU REUNIÃO COM A DIREÇÃO DA ADGF, AOS 21 DE MARÇO, 15 HORAS."
      Vamos ver se vem a tal da proposta sensata, boa para os dois lados, agora. Estamos torcendo !!!

      Excluir
  14. Não pago mais mensalidade enquanto as aulas não voltarem. Estou em greve.

    ResponderExcluir