terça-feira, 8 de outubro de 2013

ATA DA AGE DOS PROFESSORES EM 08/10/2013

Início: 14:30h
Quorum: 52 professores (cfe. lista de presença)

Devido a problemas técnicos no teatro Dina Sfat, a AGE foi transferida para o auditório A - MR 8º and. Mas teve ser outra vez transferida para a sala MR107, em virtude de ter havido pane nos elevadores. Constaram da mesa os Prof. Peixoto, Ronaldo, Brossard e Cláudio pela ADGF, o Prof. Antonio Rodrigues (vice-presidente do Sinpro) e dois advogados encaminhados pelo Sinpro. Foram prestados informes sobre os últimos acontecimentos relativos a demissões e sobre a reunião com o MEC, em Brasília. Passou-se a palavra aos professores que apresentaram questões à mesa, com apoio dos advogados. A representação do corpo discente, presente à reunião, contribuiu através de participações com informes. Concluiu-se a assembleia com as seguintes posições:

  • o entendimento que o processo de demissão efetuado pela Galileo, seguido de negociações para o retorno de alguns, desde que aceitem redução salarial, é uma forma de assédio moral coletivo e está sendo questionado perante o MPT e  Justiça do Trabalho (22 ª Vara) e diante do MEC;
  • não aceitar como legais os atos do Conselho Universitário, eivado de irregularidades, os quais estão sendo submetidos ao MEC com vistas a declaração de sua nulidade;
  • protestar contra o calendário acadêmico imposto, sem a participação do Conselho de Ensino e Pesquisa, e que fere a Lei estadual 797/2010 que instituiu o mês de janeiro como período de férias para os professores;
  • orientar os professores demitidos a comparecer ao Sinpro, dia 10/10, quinta-feira,às 14 h, para reunião em que serão tratatos, com o corpo jurídico, questões relacionadas à demissão; 
  • a direção da ADGF ficou de levar os problemas pontuais verificados na AGE à direção da Mantenedora.
Ficou marcada nova assembleia para o dia 17/10/2013 (quinta-feira), às 17 horas.

4 comentários:

  1. "protestar contra o calendário acadêmico imposto, sem a participação do Conselho de Ensino e Pesquisa, e que fere a Lei estadual 797/2010 que instituiu o mês de janeiro como período de férias para os professores;"

    Porque que quando é greve na UERJ ou UFRJ não é considerado??

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkk e as ferias em agosto e setembro? oq querem? periodo começa em outubro e acaba em dezembro? vcs ficam em casa recebendo, durante meses, e depois dar mais 3 meses de aula e entrar de ferias de novo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idiota você so pode ser alguem da GALILEU

      Excluir
  3. Ta certo quanto ao caléndario... que estudemos até o fim de dezembro e retomemos este semestre em fevereiro... Não é certo estudarmos em janeiro por incopetência e má administração da Galileo

    ResponderExcluir