sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

 PRÓXIMA ASSEMBLEIA DOS DOCENTES DA UGF

DIA: 21/01 (TERÇA-FEIRA)
HORÁRIO: 18 H
LOCAL: AUDITÓRIO DO SINPRO-RIO
               RUA PEDRO LESSA, 35 - 2º ANDAR
PAUTA:
               - INFORMAÇÕES SOBRE O MOVIMENTO CONTRA O DESCREDENCIAMENTO;
               - INFORMAÇÕES SOBRE PROCESSOS TRABALHISTAS;
              -  DELIBERAÇÃO SOBRE O SUPER-ATO NA ABI;
              -  OUTROS ENCAMINHAMENTOS.




53 comentários:

  1. Prof. Atilio,

    já que finalmente o MP e a Policia Federal entraram no circuito, seria possível exigir que a Galileo page aos Professores e funcionários o que deve nos próximos dias? (aprox. 7 salários sendo eles Setembro, Outubro, Novembro, Dezembro, 13°, Férias de 2012, Férias de 2013 e os percentuais de Janeiro, Fevereiro, Março e Abril de 2013).

    A Galileo já declarou que tem condições de pagar (naquela nota oficial) e que seu patrimônio é maior do que as dívidas existentes. (mais de 1 Bilhão de Reais)

    Tenho certeza que se houver uma ordem de pagamento, esta deverá ser cumprida em poucos dias (de 24H até uma semana) e isso diminuiria o enorme fluxo de processos trabalhistas destes docentes e funcionários na justiça.

    Pois de qualquer forma, todos entrarão na justiça para receber estes valores que são devidos, já que todos ficaram presos a UGF acreditando nas promessas sucessivas e descumpridas da Galileo.

    Porque não exigir isso agora destas instâncias supremas de nosso pais?

    Eles tem que pagar de qualquer forma. Se é assim, que seja mais breve possível, não enchendo o poder judiciário de processos.

    Eles tem o dinheiro, tem o patrimônio e devem.

    É só o juiz dar uma ordem: ou paga tudo em X dias, ou vai pra cadeia.

    Em poucos dias aparecerá o dinheiro...vocês verão....

    façam isso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezados,

      Vocês sabiam que o SUPER SECRETÁRIO DO MEC é investigado desde 2012 ??
      E todas tentativas de acesso foram bloqueadas pelo governo!!

      Brasília – A Comissão de Educação e Cultura aprovou nesta quarta-feira (12) solicitação de informações ao Ministério da Educação (MEC) sobre as providências tomadas em relação aos funcionários apontados pela Polícia Federal como participantes de esquema de compra de pareceres a favor de faculdades particulares. O pedido foi feito pelo deputado Izalci (DF). Em acordo firmado com o parlamentar, o ministério se comprometeu a enviar um representante na próxima semana para esclarecer as medidas adotadas.
      Entre os funcionários a quem Izalci pede informações estão Marcio Alexandre Barbosa, da secretaria Especial de Regulação do Ensino Superior, e Esmeraldo Malheiros dos Santos, assessor da Consultoria Jurídica. O primeiro seria o interlocutor do ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) Paulo Vieira no ministério.
      Vieira, que chegou a ser preso durante a Operação Porto Seguro sob a acusação de tráfico de influência em órgãos do governo federal, teria obtido uma senha privativa de Barbosa para alterar dados financeiros de uma faculdade de sua família no interior paulista. Já Esmeraldo ajudava o grupo de Vieira a obter pareceres internos da pasta que seriam usados por faculdades que corriam o risco de ter cursos descredenciados.
      Além desses dois, Izalci quer informações sobre a situação do secretário de Educação Superior (Sesu), Amaro Henrique Pessoa Lins; do secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), Jorge Rodrigo Araújo Messias, e do presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais (Inep), Luiz Cláudio Costa. Todos são acusados de envolvimento com o grupo que forjava pareceres em diversos órgãos federais.
      Do Portal do PSDB na Câmara

      http://www.psdb.org.br/educacao-aprova-pedido-de-informacao-para-mec-sobre-funcionarios-investigados-pela-pf/

      Excluir
  2. So querem saber de federalizar! Alguem lembra dos alunos que estsvam se formando nesse periodo? Afinal fiz as primeiras provas, paguei a mensalidade ate o final do periodo e agora terei q repetir tudo dinovo? Ou pior correr o risco de ir pra uma ies q me obrigie a fazer materias que eu ja fiz? Peco que os professores lancem a notas e pensem nos alunos tbm! Afinal, os professores estao cobrando os salarios ate o final do periodo, ou seja, sendo assim tem que pelo menos lancar notas da A1.

    ResponderExcluir
  3. É só a galileo pagar que o semestre termina!

    simples assim.

    não reclame com os professores, reclame com a galileo. Ela é a culpada disso.

    ResponderExcluir
  4. Não sejam covardes... Nós alunos somos a parte mais fraca da corda... Sabemos que estão exigindo um DIREITO de vocês e que fizeram covardia com todos, mas se utilizar da falta de pagamento como motivo para não lançar as notas é mais covardia ainda ! Até agora os alunos, em sua maioria apoiam os professores, mas se continuarem assim, todos vão se virar contra vocês. Tentem ajudar os alunos, pois nós não temos culpa de termos uma CAMBADA DE PILANTRAS como proprietários na nossa UGF, nós pagamos todas as mensalidades, não temos culpa se esses QUADRILHEIROS não pagaram vocês. Sejam honestos com os alunos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nota vc queria a nota da A1. Foi a única prova que fez e não daria para passar e tão menos terminar o semestre. Antes de falar bobagens, pergunte aos seus pais como ele faria para pagar sua faculdade e colocar comida na mesa sem três meses de salário.

      Excluir
  5. Não é covardia. É reflexo.

    Toda ação provoca uma reação. Isso se aprende desde o inicio nas Engenharias. Os professores sempre ajudaram os alunos. A ANOS recebem atrasado, sem FGTS e são tratados como lixo pela mantenedora. Mas agora, chega.

    Sem salario, sem aula, sem nota, sem avanço do semestre, sem nada.

    Isto foi o que a Galileo provocou.

    Policia Federal e MP neles.
    AGORA!

    ResponderExcluir
  6. Galiladra, ou vocês pagam ou todos serão prejudicados.

    Funcionário e professor não é mendigo. Não trabalharemos mais por esmolas, por migalhas.

    Ou paga Tudo, ou paga tudo.
    Não aceitaremos mais moedas jogadas ao chão.

    ResponderExcluir
  7. Concordo com o Revoltado!!!

    Caso tenham alguma reclamação, façam com a GALILEO!!

    Eles é que ROUBARAM O DINHEIRO DE VCS!!

    Antes de alguns PEDIREM que sejamos honestos com os alunos, também poderiam pedir para que alguém seja honesto com professores e funcionários.

    Os alunos estão certos e estão vendo o lado deles!! Agora chegou o momento de professores e funcionários começarem a enxergar as suas vidas e seus problemas também!!

    JÁ AVISO AQUI A TODOS OS MEUS ALUNOS: NÃO LANÇAREI NENHUMA NOTA ENQUANTO NÃO TIVER A MINHA SITUAÇÃO RESOLVIDA!!

    SAUDAÇÕES,

    JORGE RAMOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Jorge.

      se não for pago agora, com a PF e o MP inseridos neste cenário, só veremos o que é nosso por direito com processos. Aí....pode colocar uns 15 anos pra receber.

      Não quero ser rude com nenhum aluno, já fiz muitos sacrifícios. Só que agora me cansei de ser tratado como idiota. Só isso.

      diversos professores não saíram antes pelos alunos, trabalharam de graça pelos alunos. Eles também foram injustiçados, mas não dá mais.
      O banco já tomou meu carro, já não tenho como pagar aluguel e condominio, dentre outros perrengues.

      Muitos podem perguntar: porque não trabalharam em outros lugares?
      Resposta: Não procuramos outros lugares por acreditar na Galileo e por ajudar os alunos. Por vestir a camisa UGF e a causa dos alunos. é por eles que estamos lá, sendo enrolados e enganados pela Galileo.
      entretanto, não somos bobos. Não somos boias-frias. Nem eles trabalhariam de graça. Cana cortada é dinheiro recebido.

      MAS AGORA CHEGA, CHEEEEGAA!!!!

      Já fizemos muito. se não recebermos agora, só daqui a 15 anos?
      então tá bom, daqui a 15 anos lanço as notas.

      os professores podem ser tratados como idiotas e como lixo, eles podem (e foram) ser enganados, mas, a Física não se engana.

      Ação = Reação

      simples assim.

      Excluir
  8. ADGF fique alerta, pois a o não lançamento de qualquer nota de avaliação aos alunos referente ao semestre, comprova nenhuma atividade acadêmica. O TJ já se manifestou quanto a cobranças de mensalidades aos alunos considerando não ter havido a prestação de serviço. Isso pode tomar um rumo inesperado.
    Segue texto que saiu na midia.
    http://educacao.uol.com.br/noticias/2014/01/17/tj-rj-diz-que-galileo-nao-pode-colocar-aluno-no-cadastro-de-inadimplentes.htm

    TJ-RJ diz que Galileo não pode colocar aluno em cadastro de inadimplentes

    Marcelle Souza-Do UOL, em São Paulo - 17/01/201418h24 > Atualizada 17/01/201420h18

    A Justiça do Rio de Janeiro decidiu na tarde desta sexta-feira (17) que a Galileo Educacional, mantenedora da Universidade Gama Filho e da UniverCidade, está proibida de colocar o nome de alunos em cadastros de inadimplentes. As duas instituições foram descredenciadas pelo MEC (Ministério da Educação) nesta semana.
    O pedido foi feito pela Defensoria Pública do RJ, que entrou com uma ação civil pública em favor dos estudantes.
    "Considerando, inicialmente, a interrupção da prestação do serviço, o réu está coibido de lançar o nome dos alunos consumidores no Cadastro de Proteção ao Crédito", diz parte da decisão.
    O juiz da 4ª Vara Empresarial do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) determinou ainda que os estudantes não são obrigados a efetuar qualquer pagamento, a não ser aqueles indispensáveis para o fornecimento de documentos necessários para a transferência.
    Segundo a decisão, as duas instituições devem disponibilizar um local de fácil acesso e pessoal suficiente para o atendimento dos alunos. "Considerando a aproximação do início do ano letivo, o referido e efetivo atendimento deverá ser feito em até 10 (dez) dias, sob pena de multa de R$ 500", afirma a decisão.
    A Galileo também deve informar à Justiça um cronograma de trabalho em no máximo cinco dias, informando local e a quantidade de pessoas que será disponibilizada para o atendimento dos estudantes.
    A mantenedora ainda não se pronunciou sobre a decisão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Celia,

      já percebi que vc não é muito boa da cabeça. Mas mesmo assim, vou lhe ajudar:

      Os professores lançaram A1. Os professores estiveram na Universidade até Outubro. assinaram pontos. Os alunos tiveram aulas até outubro.

      As demissões ocorreram em outubro. As paralisações se iniciaram em Outubro.
      Todo mundo sabe que não se pode demitir professores no meio de um semestre.

      looooooogo, houve sim atividade acadêmica e isso não está relacionado com notas. isto está na cara e é muito simples de se comprovar.

      Cobrança de mensalidades é outra história. Não confunda alhos com bugalhos.

      Ps: já que vc está cheia da grana pois acredita que professor tem que ter 1000 empregos para sustentar a UGF e seus acionistas milionários, vá fazer "bico" em outro lugar, vai...
      Vai pra Estácio...já vai tarde.

      Excluir
    2. As notas da A1 nao foram lancadas.

      Excluir
  9. Eu acho errado pensar que pode barganhar os salários atrasados sem lançar as notas. Mesmo fechando o período e lançando as notas ainda podem ser buscados os seus direitos. Os professores pediram tanto a ajuda dos alunos e foram atendidos. Tá na hora dos professores pensarem um pouco nos alunos. E assim continuaremos unidos contra a Galileo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os da ADGF nunca pensaram Diego. Agora estão mostrando o caráter que têm ao chantagear os alunos com as notas. Federalização é oportunismo de quem quer estabilidade e estatização. Sigamos adiante em outras universidades e deixemos o pesadelo de administradores incompetentes e corruptos, e um grupelho (felizmente não eram a maioria) de professores corporativistas e descompromissados (ADGF) para trás.

      Excluir
    2. Cara,

      Se federalizar, os professores não estarão com o emprego garantido. Eles terão que fazer concurso público, concorrendo com o Brasil inteiro.

      Não há favorecimento dos professores. Não seja burro.

      Excluir
    3. Concordo com o Revoltado!!

      Sobre as notas, negociem com a Galileo!! Ela provavelmente terá soluções, que não sejam a de enrolar os professores e funcionários como fez até o momento!!

      Sobre federalizar, acredito PESSOALMENTE QUE NÃO ACONTECE!! É só desvio de foco, feito pelos próprios reitores de públicas!! Não acredito no governo!!

      Sobre o oportunismo, gostaria que o Carlos Renato procurasse mais informações!! Federalização não é garantia de emprego, pelo contrário, é DEMISSÃO RETARDADA, pois caso queiram os professores, deverão ser temporários e depois deverá ser feito CONCURSO PÚBLICO!!

      Por favor, antes de fazer qualquer comentário, LEIAM E APRENDAM!!

      Jorge Ramos

      Excluir
  10. Prezados Amigos e Amigas,

    Precisamos colocar na rua a campanha Cadê o ADENOR ???
    O Globo de hoje Domingo dia 19/01/2014, página 20, traz matéria: “UGF: POLÍCIA FEDERAL INVESTIGA POSSÍVEL ESQUEMA FRAUDULENTO”.

    O GLOBO anexa esquema com as possíveis figuras do esquema ...

    Precisamos colocar na rua a campanha Cadê o ADENOR ???

    Isso mesmo, lamentavelmente, nós brasileiros não temos memória de longa duração ... Já esquecemos uma das maiores barbáries cometidas no RJ e até hoje o AMARILDO não apareceu ...

    Outra barbárie foi cometida no último dia 13 de Janeiro, desta vez o sumiço inexplicável é da NOSSA QUERIDA UNIVERCIDADE !!! O QUE FIZERAM COM A NOSSA UNIVERCIDADE ???

    TAL SR. NÃO APARECE EM LUGAR ALGUM ...

    CADÊ O ADENOR ???

    Tal Sr. tem que vir a público e falar tudo o que sabe ... !!!

    Também estou indignado com o comentário infeliz do Presidente Nacional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Sr. Marcus Vinicius Furtado Coêlho ...

    http://www.oab.org.br/noticia/26570/deu-no-r7-presidente-da-oab-defende-descredenciamento-da-gama-filho?utm_source=2849

    Generalizar ? Colocar todos na mesma lama ? O CORPO DOCENTE É COMPOSTO POR PROFISSIONAIS DA MAIS ALTA QUALIFICAÇÃO, DESEMBARGADORES, JUÍZES, DOUTORES, MESTRES ... E centenas, milhares de alunos JÁ FORAM APROVADOS NO EXAME DA ORDEM ANTES MESMO DE TERMINAR O CURSO ... LOGO ... !!!

    IMORAL FOI O SEU "MEC" APROVAR A MANTENÇA DA UGF E UC PARA A QUADRILHA DA GALILEO ...

    CADÊ O ADENOR ?

    O presidente nacional da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinicius Furtado Coêlho melhor deveria se informar pois a questão não é de ordem acadêmica e sim administrativa/financeira.

    Vamos ajudá-lo:

    1 - O servidor responsável pela transferência da mantença é o mesmo que acaba de descredenciar as duas universidades: o secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior, Jorge Messias.

    2 - Na emissão das debêntures, os fundos de pensão dos Correios (Postalis) e da Petrobras (Petros) adquiriram 97% dos R$ 100 milhões em títulos. Ou seja, há a possibilidade de dinheiro público ter sido usado numa transação suspeita.

    3 - O “Empresário” Ronald Levinsohn tem larga experiência em golpes, era dono da caderneta de poupança DELFIN que quebrou na década de 1980 e que ainda acumula dívidas com o governo bem como da UNIVERCIDADE ...

    Logo Sr. Presidente Marcus Vinicius Furtado Coêlho, julgo que o Sr. deveria melhor se informar ...

    Chutar cachorro morto não vale ...

    CADÊ O ADENOR ???

    QUEREMOS E EXIGIMOS RESPOSTA: O QUE FIZERAM COM A NOSSA UNIVERCIDADE ?

    Vamos lotar o email da Presidenta no endereço https://sistema.planalto.gov.br/falepr2/index.php?utm_campaign=Mensal.Agosto_Twitter_Portal.Brasil_Reply_Proposta.Fale.Com.A.Presidenta&utm_medium=Reply&utm_source=Twitter&utm_content=Mensal.Agosto&utm_term=Portal.Brasil_Proposta.Fale.Com.A.Presidenta

    Vamos lotar o email do Conselho Federal da OAB com a declaração infeliz de seu Presidente no endereço http://www.oab.org.br/ouvidoria/faleconosco?PHuB0ciT%2FZ8XhP+SvlS8zA=%3D

    VAMOS COMPARTILHAR ... AJUDE-NOS A SALVAR UMA INSTITUIÇÃO TRADICIONAL E DE MAIS DE 45 ANOS ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa!

      parabéns pela sua visão e lucidez. É isto que precisamos. Revolta.

      e digo mais, esses caras já tem o dinheiro para nos pagar.

      Se não houver pagamento, mais merda será jogada no ventilador.
      Eles que aguardem.

      Acho bom pagar TUDO logo ou a coisa vai ficar mais preta ainda para esses ladrões aproveitadores do ensino superior do Brasil.

      eles que pensem que professor é babaca e otário....eles que pensem...vão ver só....quem pisa esquece, mas quem é pisado jamais esquecerá.
      Eles podem esquecer o tratamento indigno que deram aos professores, tratando-os como lixo, jogando moedas ao chão e migalhas nos "acordos", jogando com o psicológico dos professores dizendo: "se vc parar de dar aula, a culpa será sua, professor, por prejudicar "o projeto".

      que projeto?

      enriquecimento ilicito? lavagem de dinheiro? crime de colarinho branco? evasão de divisas? formação de quadrilha? tráfico de influências? estelionato?

      esse é o projeto que estávamos defendendo, dando aula de graça e nos ferrando em casa?

      CHEEEGAA!!!!.

      professor tem bom coração e é solidário, mas NÃO É OTÁRIO.

      Eles que não pagem....e veremos quem ri por ultimo.

      Excluir
    2. Pessoal, sou um dos demitidos em 2012. Esse papo da Galileo ter recursos é balela. Praticamente nenhum dos demitidos recebeu nada. Quem puder entre na justiça logo. Desejo que todos recebam o de direito. Mas, não quero enganá-los, vai ser difícil. Uma amiga, professora da Univercidade, até hoje não viu nada. No meu caso entrei na justiça e recebi proposta de 50% em 9 parcelas. Aceitei. Pagaram 2 parcelas e pararam. Entrei novamente na justiça. Qualquer hora conto o resto. Dá tristeza ver tantas pessoas, muitas humildes, terem sido demitidas e saírem sem nada.

      Excluir
  11. Revoltado e Professor jorge, vcs deviam se envergonhar de publicar comentários infelizes como esses. Acham q pressionam quem ameaçando não lançar notas???? A galileo, o MEC??? Acham realmente que a galileo vai ficar com pena dos alunos e pagar vcs??? Fala sério né, a única coisa q vcs estão fazendo e ser cruéis com os alunos que apoiaram vcs. A UGF acabou e ponto, vcs tem realmente que cobrar os seus vencimentos na justiça. Não lançar notas de alunos, principalmente formandos, e pura crueldade e vingança injustificada contra alunos que fizeram a sua parte e pagaram suas mensalidades. Sinceramente, me pergunto oq será do futuro do país se esse e o tipo de exemplo que temos dos homens que deveriam ser nossos pilares de etica e profissionalismo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Anônimo,

      Vou ajudar você: vá a Rua 7 de Setembro, 66, peça para que paguem o meu salário para que possa executar as minhas atividades, pelas quais DEVERIA SER PAGO!!!

      Se vc conseguir fazer com que isto seja feito, lanço todas as notas e ainda dou as avaliações de A2.

      Não me venha com conversas demagógicas!! Sabemos quem são os culpados!! Cobrem a quem deve e a minha posição não irá se alterar em uma vírgula!!

      NÃO TRABALHO MAIS DE GRAÇA!!! JÁ FIZ ISTO DEMAIS!! NÃO VOU FAZER MAIS!! E TENHO A LEI AO MEU LADO!!

      AO NÃO PAGAR O SALÁRIO O EMPREGADOR QUEBRA O CONTRATO E ISTO FOI FEITO!!

      ACREDITO QUE VC ESTÁ NOS PEDINDO PARA SER MAL EXEMPLO, QUANDO NOS PEDE PARA JOGAR NOSSOS DIREITOS NA LATA DO LIXO, SEM VALORIZAR O MEU TRABALHO!!

      VÁ VC A JUSTIÇA COBRAR DA GALILEO!!

      Excluir
  12. Eu tenho vergonha sim, Anonimo.

    Me envergonho de der estudado 24 anos para ter uma formação de ponta nesse pais e ser tratado como escravo pela mantenedora.

    Me envergonho de der estudado 24 anos para ter uma formação de ponta nesse pais,me dedicar INTEGRALMENTE à UGF e ser tratado como lixo pela mantenedora.

    Me envergonho em meu condomínio, por não pagar a mais de 5 meses.

    Me envergonho com o gerente de meu banco, ao perder meu carro para eles.

    Me envergonho com meus vizinhos, ao verem meu carro sendo rebocado, como se EU fosse um caloteiro.

    Me envergonho com o proprietário de meu imóvel, por estar com diversos aluguéis em atraso.

    Me envergonho de não poder oferecer o minimo para meu filho e esposa, a qual está com depressão.

    Me envergonho com meus familiares e amigos por não ter o reconhecimento em minha profissão.

    Disso eu me envergonho, caro Anonimo. Tenho muita vergonha.

    Mostrar que eu estou revoltado? Não. Disso eu não tenho vergonha.

    Não serei mais escravo.

    Se sou remunerado = trabalho
    Sem remuneração = sem trabalho.

    Isso nada tem a ver com os alunos. Tem a ver com LEIS TRABALHISTAS.

    Se vc quer ser escravo, tudo bem. Se quer trabalhar em outros lugares para pagar os custos de trabalhar na Gama, tudo bem.

    Eu não. Eu me dedico a minha profissão e, o que ganho? pedidos de mendicância para lançar notas? fala sério né!

    Os alunos não precisam pedir por aulas. Eles tem o direito de recebê-las.
    os professores não precisam pedir para serem pagos. Eles tem o direito de receber

    Se algo nesta cadeia de valores se quebra/interrompe, só lamento. Mas tudo para.

    na engenharia logistica isso se chama "gargalo".

    a galileo é um gargalo para a educação superior na UGF. É apenas contra eles que me revolto. mais ninguém.

    Os alunos de todos os cursos serão prejudicados? sim.
    Por causa dos professores? NÃO. por causada mantenedora.

    Simples.

    pena que vc não compreende e fica com esse papinho de profissionalismo e ética.

    Sou ético e profissional com quem é ético e profissional comigo. A galileo não foi comigo, então, não serei com ela.

    ponto final.

    ResponderExcluir
  13. Não lançar as notas dos alunos não é ser anti-ético com a Galileo, é ser anti-ético com os alunos. Se os alunos foram anti-ético com o senhor alguma vez, por favor, reaviva minha memória, porque não me lembro!!!

    É covardia sim! A única consequência dessa vingança para com os alunos é que o semestre 2013.2 será jogado no lixo, junto com o nosso tempo, que justiça nenhuma poderá repará-lo. Já o salário de vcs, tenho certeza, será pago, mais cedo ou mais tarde, com juros e correção monetária.

    Essa atitude de profissionais assim é que me faz perder a vontade de ir à rua lutar pelos direitos dos professores, dos funcionários, dos alunos, da UGF, enfim, da educação desse país. Sempre digo que o Brasil é esta merda porque nunca investiu na educação, e em consequência disso só têm incompetente gerenciando este País, por exemplo, Jorge Messias. Mas com essas atitudes de determinados professores, vejo que nem sempre com educação conseguimos ter um pensamento mais ético, e resolver nossos problemas sem ter que passar por cima dos problemas dos outros.
    Infelizmente este é o Brasil!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe, o momento e dificil, mas não se desespere. Todo problema tem solução e muitos estão lutando para encontrar um caminho.

      O MEC tem jurisdição sobre assuntos acadêmicos e como as IES fecharam as portas, o MEC descredenciou-as. Já as questões trabalhistas são da alçada do Min. Trabalho, que deveria estar atuando nessa situação do não pagamento dos salarios, sendo acionado pelos trabalhadores e sindicatos.

      Greve é um direito do trabalhador, há uma legislação especifica para conduzi-la a chegar a bom termo, sob pena de ser considerada abusiva ou ilegal independentemente dos motivos que a desencadearam serem justos ou não. É por esse ângulo que a Justiça analisa, gostemos ou não.

      Os ânimos estão exaltados, há muito em jogo e manter a compostura e o equilibrio é deveras dificilimo nesse momento, haja vista a manifestação de alguns, mas é necesario para se encontrar solução viavel.

      Não perca, Felipe, a esperaça de ter sua situação encaminhada da melhor forma possivel, já que se chegou ao fundo do poço.

      Excluir
    2. RUA 7 DE SETEMBRO, 66 - CENTRO DO RIO DE JANEIRO.

      A DIREÇÃO DA GALILEO FICA LÁ!! PEÇAM AS SUAS NOTAS LÁ!!

      Excluir
  14. Revoltado,
    escorreram lagrimas aqui lendo o seu ultimo comentario
    me passe seu endereço que eu te mando uma cesta basica!
    huashuashuashuashuashuashuhahuahuas
    vlw ai passa fome!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não passei fome não "aluno Direito", mas nos ultimos 3 meses, minhas compras de casa se restringiram a dois grãos (arroz e feijão) e alguns legumes.

      Não me envergonho disso.

      Só acho uma pena vc, caro babaca, de vir aqui só para me zuar. Por isso que dizem que advogado é tudo FDP mesmo, né.
      Uma pena, ainda bem que eu não acredito nesta máxima e não generalizo, pois tenho vários em minha familia.
      Sei que somente pessoas como você são FDP.

      Eu já estou indo pra outra, não ficarei mais preso a UGF e nem acreditando em falsas promessas.

      E a você, desejo que comece seu curso todo de novo, pois se depender de mim, suas notas já desapareceram...

      De qualquer forma vc não deverá passar no exame da ordem mesmo....se eu fosse vc, nem voltaria a estudar.

      Com sua postura debochada frente a um desespero e revolta de um pai, eu acho que vc deveria mudar de profissão, e lhe indico duas as quais vc, com seu perfil babaca, fará muito sucesso: Empresário da área Educacional Superior ou Politico.

      é só escolher. vc já tem o perfil.

      parabéns!

      Excluir
  15. Cara Célia
    Parabéns pelos seus comentários e fico infeliz com aquele feito pelo aluno de direito. Rir dos problemas dos outros outros e algo muito deprimente ainda mais vindo de um aluno de direito
    Acho que chegou a hora de todos pararem de agredir uns aos outros e concentrarem em minimizar os danos para aqueles que saem perdendo
    Sou ex professor da medicina e peço para o colega desculpas por aquilo que um dos alunos daquela faculdade que investi lhe disse por que fazemos parte da educação deles e quanto ao aluno peço desculpas pelos professores pelas dificuldades que estão passando mesmo depois de terem investido dinheiro tempo e esperança em nos mas algo muito maior aconteceu e esta prejudicando muito a ponto de impedir que continuemos e alguns que trabalharam meses sem ganhar, mas com isso tem várias dívidas podem acabar decidindo parar mesmo
    Vamos nos concentrar na Galileu e os verdadeiros culpados e por fim tentar minimizar os danos que eles causaram na vida de tantas pessoas

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Sr. tem razão professor.

      Nosso problema é com a Galileo.
      Nosso foco é ela e seus gestores.

      Excluir
    2. Profugf, a medida complementar que deveria seguir às ações junto ao Min.Trabalho, para garantir recursos para quitação das dívidas trabalhistas, de praxe seria o imediato pedido, na Justiça,da penhora de bens das IES e iindispobibilidade dos bens dos diretores e acionistas da Galileo.
      Isso já deveria estar em curso há muito tempo, mas deconheço se essa providência tenha sido tomada quer pelo sindicato, pela ADGF, por inicitiva de algum grupo de professores ou funcionarios lesados. Parece que será o caminho para que os trabalhadores recebem o que lhes é devido e se não foi feito ainda, era para já ter acontecido.

      Excluir
  17. Prezados professores, ninguém aqui esta pedindo que vcs voltem a trabalhar, nem que aceitem migalhas da galileo. Ninguém merece passar as dificuldades que vcs passaram no último ano, mas não esqueçam que os alunos tb passaram por essa situação com vcs, e para muitos deles não serão 7 meses de salário, serão anos de mensalidades, anos de estudo jogados no lixo. Para alunos que dependem apenas do lançamento de uma nota para se formar, ter que voltar metade do curso, nao e apenas injusto, mas cruel. Sinceramente Revoltado, reveja seu conceito, ninguém esta querendo desmerecer as suas dificuldades, mas a sua atitude está mal direcionada, não lançar notas atinge única e exclusivamente os alunos, não muda em nada a sua situação e nem ajuda a galileo. Reflita bem, fazer mal a outras pessoas pq alguem fez mal a vc e realmente o exemplo q vc quer dar para o seu filho???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, eu não estou fazendo mal a ninguém.

      Perceba e Analise da seguinte forma: Eu sou apenas uma "ferramenta de trabalho" da Galileo (nada valorizada e substituível como um saco de lixo plástico).

      Se ELA não que colocar "esta ferramenta" para trabalhar, que culpa há sobre a "ferramenta"? nenhuma!

      Platão poderia explicar muito bem isto...

      A culpa da "ferramenta" parada não pode recair sobre a "ferramenta", mas sim sobre o detentor dela.
      Se ELE não quer colocar a "ferramenta" em funcionamento, ELE é o único culpado pelas consequências deste trabalho parado.

      Quanto ao exemplo para meu filho, quando ele crescer direi: Filho, estude muito e trabalhe com afinco. Assim, você alcançará o sucesso. Maaaassss, se seu empregador lhe desrespeitar e se ele em algum momento atrasar 1 dia o seu pagamento, disse 1 dia, faça o seguinte: Coloque o curriculo no concorrente dele e vá para a praia.
      quando ele voltar a lhe pagar, retorne ao trabalho imediatamente, e aguarde uma melhor proposta de outros empregadores.

      Se houver esta proposta, saia, sem avisar. Deixe seu empregador na mão.

      Certamente, ele se lembrará daquele dia o qual deixou você na mão, atrasando o seu pagamento.

      that's it!

      Excluir
    2. Então p vc educação é mercadoria!

      Excluir
  18. Mas eu vou lançar as notas. Todas!

    é só a Galileo me pagar!

    O que eu não vou mais fazer é TRABALHAR DE GRAÇA. Isso nada tem a ver com os alunos. Não estou contra eles.
    Se eles ficam prejudicados, a culpa não é minha,é da Galileo.

    Não adianta transferir a culpa para os professores. Já caí nessa por muitos anos.

    Agora, chega, basta.

    Não tem mais mimimimimi.

    Ao pagar, eu trabalho. Imediatamente.
    Se não pagar, não trabalho.

    Simples!

    ResponderExcluir
  19. Dilma acerta com Mercadante ida do ministro para a Casa Civil

    O Governo Dilma em conversa neste fim de semana, a presidente Dilma Rousseff acertou com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a transferência dele para o lugar de Gleisi Hoffmann na Casa Civil.

    As primeiras conversas aconteceram há algum tempo, mas agora ficou definida a transição. Diante da decisão de Dilma, Gleisi decidiu antecipar a volta das férias, que ocorreria na próxima segunda-feira (27), para esta sexta (24). O objetivo é iniciar o quanto antes a troca de comando na Casa Civil. A atual titular da pasta pretende se candidatar ao governo do Paraná nas eleições de outubro.

    ResponderExcluir
  20. Caro Anônimo,
    Os professores não estão só com 5 meses de salários atrasados. Eles estão com atrasos de 13 salários, férias , FGTS (Desde 1999), INSS.
    Você tem ideia o que é isso?
    1) São professores que se dedicaram a vida toda a UGF e não tem NADA! Sem fundo de garantia.
    2) São professores que NÃO poderão se aposentar porque não foi recolhido o INSS;
    3) São Professores que deram a VIDA pela UGF.

    Presado Anônimo, sei que você não teve a intenção de ofender professores, mas por favor: Pense muito antes de exigir qualquer coisa destes.
    Abs,
    Um Aluno

    ResponderExcluir
  21. Novo Ministro da Educação: José Henrique Paim Fernandes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. por isso que o mercadante não fez nada pela UGF. Ou melhor, fez merda com a UGF.

      Ele não ponderou nem um dia sobre sua decisão. Foi uma breve reunião de poucas 2 horas e depois tomou o caminho mais fácil para ele "se livrar" da reunião.

      Ele sempre esteve preocupado apenas com a politica, NUNCA com a educação.

      Agora está provado.

      lamentável este jogo politico...

      Excluir
  22. Prezados,
    O nosso alvo hoje é Mercadante!!!!
    è um jogo político...vamos acabar com eles!!!

    ResponderExcluir
  23. Professores e Alunos,
    O mais errado foi o Jorge Messias e o Mercadante.
    Se é para fazer a transferência assistida, que seja criada a condição para tal. Não é simplesmente ignorando a inadimplência dos salários que se conseguirá fazê-la.
    Vamos processar os indivíduos: Jorge Messias e Mercadante.

    ResponderExcluir
  24. Prezado adenor Chega e Revoltado, e qualquer outro professor ou aluno que ainda leia esse blog. Primeiro que eu nunca ofenderia professor nenhum ou qualquer outra pessoa nesse blog. Esse e um lugar que as pessoas usam para se comunicar e trocar opiniões... E na minha opinião não lançar notas de alunos formandos so prejudicará aos alunos, em nenhum momento a galileo se sentirá pressionada a pagar salários atrasados por causa disso. E também não será trabalho extremo a nenhum professor acessar o sistema e lançar notas. Acho q e uma atitude revanchista totalmente mal direcionada, e sem efetividade nenhuma. Mas esse e um pais livre e cada q tenha sua propria consciencia.
    Se vcs acham q impedir um aluno de se formar e seguir a sua vida na situacao em que se encontra a faculdade e justificável, façam como quiserem. Vcs q convivam com suas escolhas. A situação dos professores e funcionários e muito triste e difícil, quanto ao INSS acho q posso ajudar pq ja vivi essa situação antes, na verdade isso não e impedimento para aposentadoria, a obrigação de apurar o pagamento e do próprio INSS e não do funcionário. E necessário entrar na justiça contra o INSS, mas nesses caso e causa ganha. Espero sinceramente q revejam suas posições, ninguém e idiota de pedir q vcs voltem a dar aulas, mas um pouco de bom senso pode ajudar pessoas q fizeram a sua parte durante 4 ou 5 anos a não saírem prejudicadas como tantos outros infelizmente sairão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro,

      isto é o "efeito dominó". Alguém empurra uma peça e depois todas as outras caem.
      A culpa não é da "peça" por empurrar a outra e cair, a culpa é de quem DEU O PRIMEIRO EMPURRÃO.

      Simples.

      Os Alunos serão prejudicados? ok. Bem vindo ao nosso mundo!

      A culpa é nossa? NÃO.

      Ponto final.
      Chega de mimimimimimimi Anonimo, por favor.
      Já deu né!

      Excluir
  25. Em pouco tempo os professores vão ter que pedir desculpas pelo desconforto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim.

      pedirei desculpas a minha família por ter acreditado por tanto tempo na galileo, ter trabalhado de graça - estimulando esses crápulas a continuarem a fazer seus crimes - ter aceitado misérias de salários de 50% aqui, 30% acolá e continuando a trabalhar mesmo assim, e por final e não menos importante, ter me comportado como um bobo, compactuando com eles, gerando todo este "desconforto" em nossas vidas.

      Excluir
  26. Revoltado,
    Te dou uma cesta básica em troca de você lançar as minhas notas.
    Fechado???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já te respondi lá em cima, não viu não ôôô exxxpertão?

      Excluir
  27. Felipe, saiu na midia:
    http://educacao.uol.com.br/noticias/2014/01/20/instituicoes-do-rio-tem-interesse-em-alunos-da-gama-filho-e-da-univercidade.htm
    Pelo menos 3 faculdades querem alunos das descredenciadas do RJ
    Luciano Pádua
    Do UOL, no Rio de Janeiro - 20/01/201413h11 > Atualizada 20/01/201414h11

    Após o descredenciamento da Universidade Gama Filho e da UniverCidade (Centro Universitário da Cidade), ambas controladas pela Galileo Educacional, instituições de ensino superior do Rio já demonstram interesse em receber os seus quase doze mil alunos. As universidades Estácio de Sá, Veiga de Almeida e Fundação Getúlio Vargas já oficializaram a intenção. Seus representantes se reunirão com o MEC nessa semana.
    O processo, chamado de transferência assistida, será feito em conjunto com o MEC (Ministério da Educação) a partir do lançamento de um edital na próxima quinta-feira (23). As melhores propostas no ponto de vista do Ministério terão o direito de receber os alunos.
    A Estácio de Sá informou, em nota, que está "disposta a participar do processo de transferência assistida" e que aguardará a publicação do Edital de Transferência Assistida. A Universidade Veiga de Almeida afirmou que também estará presente na concorrência, mas se preocupa com os pré-requisitos pedagógicos para poder incluir os novos estudantes.
    "A UVA informa que disponibilizará vagas em seus cursos de graduação de acordo com os critérios pedagógicos, acadêmicos e de equivalência curricular estabelecidos pelo seu regimento interno em consonância com as diretrizes do MEC", diz trecho da nota enviada ao UOL.
    A FGV-Rio revelou que "pretende contribuir nesse esforço do MEC de realocar os alunos, recebendo grupos que sejam adequados ao tamanho das escolas da FGV e, principalmente, estudantes que tenham interesse e qualificação para acompanhar o programa das escolas".

    Já a PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio) disse que analisará caso a caso eventuais pedidos de transferência, mas que não participará do edital do MEC.
    O Ibmec disse que está verificando os trâmites legais para participar do edital. "Caso haja a possibilidade de absorver esses alunos, o Ibmec, reafirmando seu compromisso em oferecer educação com alto padrão de qualidade, fará uma criteriosa seleção dos candidatos, prezando sempre pela excelência do ensino da instituição", afirmou em nota.
    Procurada pela reportagem do UOL, a Universidade Cândido Mendes não respondeu até o fechamento desta matéria.
    Prazos e propostas
    De acordo com o MEC, as instituições de ensino interessadas terão até o dia 10 de fevereiro para apresentar suas propostas. "O objetivo da política de transferência assistida é garantir o aproveitamento dos estudos realizados e a permanência do aluno em programas federais de acesso à educação superior, além de assegurar condições satisfatórias de qualidade da oferta, economicamente compatíveis, aos estudantes em situação de transferência acadêmica", informa a pasta em nota de seu site.
    Alunos das universidades se reuniram em Brasília na quinta-feira (16) com o secretário de regulação e supervisão do MEC, Jorge Messias, e representantes do Ministério Público Federal, da Secretaria Nacional do Consumidor e do Ministério da Justiça. O próximo encontro entre as partes, segundo o ministério, está marcado para a terça-feira (21).

    ResponderExcluir
  28. para explicar a federalizacao, basta se colocar no lugar dos alunos.

    ResponderExcluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/na_botucundia_nem_galileo_escapa_da_desmoralizacao

    ResponderExcluir