sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

GREVE NA UNIVERSIDADE GAMA FILHO

A Universidade Gama Filho está em Greve desde 2/12/2013, exigindo o cumprimento do TSD pela Mantenedora, que inclui o pagamento de salários.

A Mantenedora deve mais imediatamente aos docentes:

Salários de outubro mais 30% do salário de fevereiro e mais 30% do salário de março e ainda o salário de novembro mais 20% do salário de abril; aos professores que tiveram sua demissão anulada (cerca de 100 professores), deverão ser pagos também o mês de setembro mais 50% do salário de janeiro e um terço de férias referente a 2012, valores esses ainda devidos. Já se inclui como devido o 13º.

Todas as atividades docentes regulares, aulas e aplicação de provas, estão suspensas durante a vigência da GREVE!

Após a GREVE deverá haver reformulação do calendário acadêmico incorporando as necessidades acadêmicas decorrentes da mesma, tais como datas para aplicação de provas e aposição de avaliações no sistema.

Todos os alunos terão assegurados os seus direitos acadêmicos.

73 comentários:

  1. Eu teria prova hoje, estou confiando neste aviso e não vou a Faculdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pxa a central de relacinamento e um nao serve para nada nunca estão atualizados dizendo q sao treceirizados isso e um absurdo!!!!

      Excluir
  2. A GREVE É OPCIONAL, MUITOS PROFESSORES ESTÃO DANDO AULA NORMALMENTE....

    ResponderExcluir
  3. E ai ADGF? Aonde está o "canal aberto" com a GALILEO? Alguma informação sobre pagamentos? A última informação foi há uma semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A primeira vez que apoio a Cacildabecker. A ADGF havia dito que tinha "canal aberto" com a Galileo.
      Cadê ?????

      Excluir
  4. Mas vocês não falaram na resposta ao oficio do mec que a mantenedora estava se esforçando?

    ResponderExcluir
  5. Prezados alunos de bom senso, neste embrolio todo somos os maiores prejudicados. Os professores não recebem, mas também não estão dando aulas. Mais cedo ou mais tarde recebem. O pastor e os ministros dando raizada. E nós? Processar a mantenedora? Eles tem milhões em dívidas, um processo à mais ou um à menos, que diferença vai fazer? Para nós a única luta deve ser pelo descredenciamento. Todos encham o mec com relatos da penúria da universidade. Quando tiver milhares de reclamações o mec vai ter que tomar atitude. Varias reclamações todos os dias. Temos que sair desta merda

    ResponderExcluir
  6. Jorge, cala a boca. Você só se manifesta pra falar besteira. Quer sair, sai, mas para de encher o saco dos outros. Todos estamos chateados com a situação, revoltados por jogar dinheiro fora, mas esse tipo de atitude não resolve. Você acha que vai ter vaga pra 10.000 alunos em outras universidades? Sobretudo em Medicina que, se não me engano, é o seu curso.
    E, ADGF, exija uma ação da Galileo, proteste, vá à sede do centro, exija a venda imediata da UGF e transferência das dividas somente à mantenedora. Resolva essa situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta asneira. Adgf obrigar a mantenedora a vender a UGF? Não consegue nem obrigar a pagar os salários! Transferência de dívidas para a mantenedora? Isso não existe, genio. Se está gostAndo, continue a trabalhar de graça ou pagar às mensalidAdes, está acompanhando o blog por qual motivo? Por você não está tudo certo?
      Abraços genio

      Excluir
    2. Jorge, asneira quem fala é voce o tempo todo. Repito, é melhor tentar resolver do que dar pitizinho o dia inteiro aqui no blog. Vê se cresce, para de dar escândalo. Se voce ler com atenção, verá que não estou gostando da situação. É obvio. Ninguém está. Ah, por sinal, "pagar ÀS mensalidades" não tem crase, gênio....

      Excluir
    3. Tem manifestação segunda de manhã, se veste de pavão que numa dessas a galileo se sensibiliza e começa a investir naquela espelunca de campus e pagae os professores. A crase a mais é para você enfiar no C...

      Excluir
    4. Legal que, quando falta argumento, o gênio tão sabido e cheio de razão parte logo pro nível bem rasteiro. E, me desculpe, mas essa do pavão foi bem retardada, hein? Investe mais nas tiradas, cara.
      Abraços

      Excluir
  7. bem esse período já era ! tem que ser cancelado ! se insistirem vai ser para encher linguiça e nós alunos seremos prejudicados por falta de conteúdo e também acabou o ano Feliz natal para todos e um 2014 diferente, bem não sei, eu acho que a a galileu não vai pagar janeiro, e pergunto para onde está indo esse dinheiro ? esse é o "x" da questão, o que estão fazendo com as entradas, meu boleto agora está vindo do Bradesco, e não do mercantil, isso é uma jogada ?? estou com medo de pagar a mensalidade, o que vocês acham devemos pagar a mensalidade ??????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você merece 3x1000 tapas nessa sua cara vagabundo, pilantra. A faculdade está de greve quando entrar o pagamento fecha o periodo você acha que os professores vão trabalhar 6 meses de graça não estão trabalhando 3, ou você acha correto todo mundo pagar 6 meses a mais de mensalidades. PORCO, IMUNDO, ANTA, IMBECIL.

      Excluir
    2. VOCE COME MERDA??? TODO MUNDO JA FEZ METADE DAS PROVAS...
      SE VC ACHA Q ESTA SENDO PREJUDICADO PQ O PERIODO FOI CURTO TEVE POUCAS AULAS. METÉ O PÉ MECATRONICA E PARA D RECLAMAR

      Excluir
    3. poucas aulas e pouco conteúdo !! provas sendo aplicadas de qualquer jeito ! o "Pedro ken " faça um comentário sem ofender, de maneira civilizada ! desafio você a isso, de uma solução sem ofender nem usar palavrões, coloque seu ponto de vista e respeite o dos outros !! AGUARDO !!

      Excluir
  8. fecha o período de qualquer jeito !! correria para dar o que o tempo permitir, o que a meu ver será muito pouco conteúdo mas vocês não sabem dialogar, tem que ofender as pessoas, mas é isso que penso, a galileu não esta cumprindo o contrato, ela deve ou reembolsar os alunos ou cancelar o período, pois pagamos por período, e existe um quantitativo mínimo de aulas por período e não esta sendo cumprido ! o "chega da gama filho" porque você não responde sem ofender, de maneira civilizada ? desafio você a isso, de uma solução sem ofender nem usar palavrões, coloque seu ponto de vista e respeite o dos outros !! AGUARDO !!

    ResponderExcluir
  9. Fica convocada a comunidade acadêmica a participar de audiência pública na ALERJ aos 11/12/2013. vamos todos a essa audiência !!!! 10000 na ALERJ, quem não entrar fica do lado de fora protestando, chamem os meios de comunicação e vamos contar a verdade !! é agora !!

    ResponderExcluir
  10. Sobre os "direitos acadêmicos" ... Estou precisando urgentemente do certificado de conclusão, e nenhuma secretaria está funcionando. Diploma e Certificado de conclusão deveriam ser serviços mantidos devido ao alto grau de importancia.

    ResponderExcluir
  11. Nós alunos, decidimos ontem em assembléia fazer uma semana marcada de manifestações de diferentes formas p chamar a atenção p o nosso (aluno, professores e funcionários) problema.
    Que tal a ADGF convocar os professores p unirmos forças nessa luta?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esqueçam de pagar os boletos! fazer manifestação, fechar rua, acampar na praça, dormir na reitoria, não tem problemas. Mas não deixem de pagar às mensalidades. Mesmo tendo estas porcarias de aulas, banheiros sujos, elevador penhorado, se queremos ajudar a galileu a salvar o seu negócio, não podemos esquecer de pagar os boletos.

      Excluir
  12. Respostas
    1. Não está, mas mesmo que tivesse, um documento demora 40 dias para ser liberado por está porcaria de setor.

      Excluir
  13. Meu nome é Cristiano sou aluno de engenharia e no primeiro dia de atos contra a GANGUE CHAMADA GALILEO eu venho convocar todos os alunos de engenharia e quem quiser participar para a manifestação pacifica na segunda feira em frente a UGF a nossa previsão é parar a zona norte da cidade.
    As informações estarão no blog amanhã : http://caeng-ugf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vão pra frente da casa do Eduardo Paes, do Sergio Cabral, garanto que vai dar mais mídia, aí os vagabundos ficam com vergonha e pagam.

      Excluir
  14. Alunos que pagam suas mensalidades , não caiam neste papinho de salvar a UGF. Despercebidamente já. Adgf defende os professores, os centros académicos querem a sobrevivência desta aberração, pois a maioria têm bolsas do governo ou da própria faculdade, como vão defender que isso acabe? Mas nós que pagamos às mensalidades temos que pressionar o meca pelo descredenciamento já. Chega desta palhaçada. Chega de gama filho. Chega de se burro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seus comentários são foda!!! Realmente é isso mesmo. Eu não consigo mais ler, SOBREVIVÊNCIA INSTITUCIONAL, me dá nos nervos.

      Excluir
    2. Jorge, seria bom fazer uma pesquisa básica antes de falar o que não sabe.
      Refrescando sua memória, em 2012 um dos grandes motivos de descontentamento dos estudantes foi a perda da bolsa/financiamento, portanto seu argumento é bem fraco.
      Os estudantes estão pagando sim suas mensalidades e a culpa não é da Instituição, mas da mantenedora que não cumpre suas obrigações básicas que essas mensalidades permitem: salário de professores e funcionários, limpeza e segurança dos Campi.
      É no mínimo estranho uma Instituição com boa avaliação junto ao MEC ser chamada de aberração. Não confunda Qualidade de Ensino com Incompetência de gestão. A Gama Filho tem um bom conceito junto ao MEC e à sociedade acadêmica, uma pena estar passando por todos estes problemas que no final acabam no mesmo buraco do mercado: lucro em detrimento de Educação, Conhecimento e Cidadania.
      Será que os alunos pensam que um descredenciamento seria bom para todos? Será que os alunos acreditam que o MEC irá transferir a todos em um passe de mágica?
      Conversem com alunos que passaram por este problema e verão que não tem nada de simples nesse processo, sem contar que o descaso do MEC vai em permitir que Universidades de qualidade sangrem por erros de seus gestores até em dar o respaldo que os alunos necessitam.
      A situação é bem delicada e difícil e não é com comentários sem qualquer embasamento que irão ajudar.
      O silêncio ajuda muito quando as palavras não trazem solução. Eu não as tenho, apesar de acreditar que deveriam radicalizar e os próprios professores assumirem a gestão, mas nada é simples. Infelizmente a política e o lobby ditam as regras neste caso.

      Excluir
    3. Prezada, estou apenas com uma duvida, o mec que deu um excelente conceito à UGF é o mesmo mec que acha normal 3 greves em 11 meses? Alunos pagando mensalidades e não tendo aulas? Professores sem salários? Será que estamos falando do mesmo mec? Alias, estamos falando da mesma universidade? Minhas criticas são contra a gama filho, piedade, na qual não estamos na 3ª greve em 11 meses, os banheiros não são limpos a meses, bibliotecas estão fechadas, não há segurança no campus e os professores trabalham e não recebem. Uma universidade privada. Será que estamos falando da mesma universidade? Bom conceito no mec? Só se o critérios forem pilantragem e roubalheira? Será que não estamos falando de universidades diferentes, não? A minha proposta é muito clara: descredenciamento já. Quem acha que esta solução não é correta, continue pagando e pare de reclamar.

      Excluir
  15. Eu não consigo entender por muito menos descredenciaram a Faculdade Alvorada, o que diabos tem essa Gama Filho que o MEC não dá uma canetada forte???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo anônimo,
      Você sabe o que significa descredenciar a UGF?
      Descredenciar a UGF significa você perder cerca de 50% das disciplinas já cursadas, significa você esperar uma transferencia assistida que nem o MEC sabe como é que faz, significa que os mais de 60% de alunos acima do 6º período ficaram com uma mão na frente outra atrás esperando sabe-se lá quanto tempo para pegar suas documentações para se formar.

      Então para quem paga a mensalidade em dia como eu, e que nao sou bolsista, e que preciso do meu diploma o qual estou no 9º período de engenharia o DESCREDENCIAMENTO acaba com minha vida.

      Agora quem tem tempo a perder e pode cursar 15, 20 ou ate 30 disciplinas dinovo o melhor é DESCREDENCIAR mesmo.

      Grande abraço!

      Excluir
    2. Enfim, alguém com argumentos. Obrigado, CWallas.

      Excluir
    3. Sei muito bem o que significa descredenciamento. Significa acabar com este estelionato educacional chamado UGF. Significa acabar com esta palhaçada de pagar altas mensalidades e ter porcarias de aulas.

      Excluir
    4. Têm dois ministros do stf como sócios da mantenedora.

      Excluir
  16. Me chamo José Rodrigo, e sou aluno da UGF desde julho de 2010. Confesso que ingressei na graduação desta universidade por ser próxima ao meu trabalho e por ser acessível financeiramente. Logo na primeira semana me encantei com o curso e credito isso aos professores. Já na época o problema com atrasos de salario já existiam, mas o prazer dos docentes em ministrar as aulas contagiavam os novos alunos. Amizades foram feitas e com o passar dos meses grandes amigos surgiam, e a expectativa era crescente com o simples pensamento de encontrar diariamente o clima agradavel que foi criado, com os amigos e professores.
    Hoje a realidade é completamente diferente. Grande parte desses amigos mudaram de instituição por necessitarem de condições mais concretas de finalizarem o curso, os professores perderam o tesão de dar aula, obviamente por não estarem sendo remunerados, por estarem com as salas cada vez mais vazias, etc...
    Não existe a menor possibilidade de se trabalhar com a incerteza e muito menos estudar com a mesma incerteza. Não existe a transparência por parte da mantenedora e com isso, nosso futuro é incerto.
    Claro que se existe a possibilidade de trocar de instituição, e com isso em um curso que se levaria 4 anos, acresceríamos mais 1, 2 anos?
    Apoio completamente a greve dos professores, ninguem trabalha de graça, e, enquanto isso, nós, os alunos que pagam mensalmente, religiosamente, esperamos. Penso apenas no meu diploma.

    ResponderExcluir
  17. Descredenciamento significa, também, ficar sem estudar e sem se formar e quando arrumarem uma Universidade, em +/- 2 anos você ter que cursar mais 1 ou 2 anos.

    Quem quer o descredenciamento não deve saber disso e o MEC que sabe não vai descredenciar nada pois não vai querer ficar com 10 mil alunos ( abacaxis ) nas suas mãos semter onde colocar eles e sendo perturbados por eles.

    ResponderExcluir
  18. Galera,
    Quem quer estudar o CAENG e o DCE esta organizando uma manifestação em frente a UGF segunda feira as 18:00, vamos aderir e lotar a mesmo em greve todos os cursos são bem vindos, vamos fazer a aula na rua.
    acesse: http://caeng-ugf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Faz um tempo eu perguntei se o Vasco ou os salários, quem ia cair antes. Na epoca, era uma piadinha. Agora, está claro que é o Vasco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu babaca. Tem gente que merece se arrebentar mesmo.

      Excluir
    2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  20. tem que fazer aula na frente da casa do governador e depois, na frente da casa do pastor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que aula cara?

      Estou no 8° período e se nesse tempo todo tive 4 professores bons foi muito.

      A grande maioria não agregaram em nada.

      Tive professores, inclusive, que parecia até uma piada, igual a essa situação da Galileo.

      Excluir
    2. que isso cara! Qual seu curso?

      Excluir
  21. Passei o quarto email para o MEC em Brasília aconselho a todos os interessados enviar emails também pois quanto mais reclamações houver melhor ou pelo menos deve ajudar a alertar sobre a situação que a UGF se encontra hoje.

    ResponderExcluir
  22. Greve de pijama esta ADGF está fazendo. Levaram um golpe forte e sentiram na pele quando foram demitidos 300 colegas de luta. Os demitidos não tiveram respeitados seus direitos trabalhistas e a ADGF os Abandonou de forma COVARDE. Custava denunciar essas irregularidades junto aos Ministério Público do trabalho? Já sabemos que existe um processo na Justiça do Trabalho com sentença favorável aos trabalhadores.
    Junte isso com os atrasos dos salários dos trabalhadores, mais as condições de estudo dos alunos nesta e outras unidades da UGF, com PEDIDO DE INTERVENÇÃO PÚBLICA e PRONTO, comuniquem tudo isso aos Ministério Público do trabalho, Av. Churchill, 94, 4º. O Procurador do trabalho receberá essa denúncia em 5 dias corridos, vai dar seu parecer em até 30 dias, notificará a mantenedora em até 5 dias úteis, e a mantenedora terá 10 dias corridos para se pronunciar a respeito. Feito isso deverá ser ajuizada uma ação Civil Pública para destituir a mantenedora e nomear um Interventor Público para UGF. Usem a estrutura do poder público para reivindicar nossos direitos.
    Por falar em DIREITO, os nossos mestres deste nobre e quase centenário curso estão covardemente omissos, sequer estão colaborando nos bastidores com pelo menos na consultoria. Deram um verdadeira AULA DE OMISSÃO DA CIDADANIA. Composta na sua grade de Docentes por Magistrados, promotores, delegados e Advogados renomados, está claro que os "mestres" não tem essa como sua atividade principal, não passando de um BICO, onde só a Mantenedora tem a ganhar com essa situação.
    Estão dando uma verdadeira aula de omissão, covardia, não passando de meros mestres de gabinete e teóricos do direito... Os alunos?? ahhh que se dane pois eles já tem seus empregos garantidos.
    Vergonha a postura dos Docentes de Direito.
    MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO - MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO - MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO - MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO - MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO - MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO - MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sigam o que o Marcal Mendes está dizendo. Ele é um advogado de respeito.
      Parabéns é o primeiro advogado que vejo dando uma luz.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Finalmente alguém aqui lembrou-se dos que foram demitidos e perderam a sua voz junto às assembleias! Os COVARDES da ADGF também tiveram ,ao que eu saiba, mesmo que ligeiramente, o seu dia de demitidos, mas após terem sido readmitidos, calaram-se diante da injustiça cometida contra os colegas e hoje só falam dos salários dos que, como eles "tiveram sua demissão anulada"- nunca receberam um tostão após o ocorrido! E dizem manter canal de comunicação com os canalhas da Galileo- são de fato VENDIDOS, sem terem recebido um tostão por sua venda espúria! Parece que realmente os lá de cima escrevem certo por linhas tortas... Deleitem-se com o que sobra, a festa está no fim! Obrigado Marcal!!!

      Excluir
  23. A engenharia conta mais uma vez com o apoio de vocês, porém precisamos nos superar mais, vamos triplicar o tamanho da última manifestação.
    Nós podemos ir mais além e para isso precisamos somar forças, assim podemos dar passos maiores.

    Não nos subestimem por que juntos somos gigantes!

    Manifestação dia 09 de dezembro de 2013 (segunda-feira)
    Universidade Gama Filho - Campus Piedade
    Concentração às 17:30 horas
    Início às 18:30 horas

    ResponderExcluir
  24. Marcal Mendes muito bom ! intervenção já ! esse período já era, as aulas estão uma droga, provas ridículas, sendo aplicadas de forma vergonhosa para uma UGF, muita omissão, muita desconsideração ! Vamos fazer o que o marcal disse ! JÁ !!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu ridículo saia da Gama e vá pra outra instituição vá na Dae e entre com um pedido pra repetir o semestre só você. Simples assim.

      Excluir
    2. Marcal Mendes muito bom ! intervenção já ! esse período já era, as aulas estão uma droga, provas ridículas, sendo aplicadas de forma vergonhosa para uma UGF, muita omissão, muita desconsideração ! Vamos fazer o que o marcal disse ! JÁ !!!!

      Excluir
  25. Quando leio alguns comentários, concluo que alguns têm a convicção de que moram em cuba ou na venezuela. como o mec vai tirar a atual mantenedora? É um negócio privado, não uma empresa pública. O mec, pode retirar a concessão das vagas, ou seja, descredenciar a universidade. Mas não pode obrigar a mantenedora a vender o "negócio".
    Parar a zona norte? Se se for para virar piada, os caras pagam, não recebem o serviço (aulas), não reclamam ao mec (leiam a resposta da adgf ao ofício do mec), e não accionam a justiça. tonto assim, só pode ser da UGF mesmo. Há há,há.
    aos adolescentes manifestantes, lamento informar, mas vocês não foram aprovados na ufrj. Não adianta fazer manifestação para obrigar a mantenedora a investir no negócio. Vocês não estudam em universidade pública.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aos alunos da UGF, peço encarecidamente que ignorem as postagens do Sr. Jorge Chamas. Vejam que não tem nenhum valor para nós, Parece que o mesmo entra neste espaço muito mais para sentir a temperatura da situação. Tudo nele é desprovido de senso comum. Nossas necessidades o mesmo as desdenha como se fosse algo insignificante. Hora bolas nossa vida acadêmica não merece ser tratada assim!!!!!
      O futuro de nossas vidas e de nossas futuras profissões passam por todo este imbróglio, enterrado até o pescoço de tanta omissão, inutilidade, e vexame coletivo!!!!
      Peço que não respondam mais este cidadão, o mesmo não agrega valor nenhum e só temos a perder passando mais informações ao nosso ""inimigo"".
      No mais vamos fazer valer a presença nesta segunda-feira em frente a UGF.
      Porém nada vai substituir uma denúncia no MPT-RJ.
      Em tempo: O órgão fiscal da Lei é o Ministério Público, neste caso o do TRABALHO, o MPT-RJ tem o poder sim de pedir junto a Justiça do trabalho uma intervenção pública.
      Existem várias jurisprudência onde inclusive os trabalhadores formaram um grupo para administrar a empresa, nomeado é claro pelo magistrado da Justiça do trabalho.
      Jurisprudência de Empresas devendo as funcionários onde a dívida claramente fugia do poder de pagamento dos patrões... resultado: Em troca da dívida foi proposta que os trabalhadores administrassem as empresas, assim os patrões ficavam isentos de pagamentos de uma dívida astronômica e os trabalhadores recuperavam as empresas e todos FICAVAM FELIZES PARA SEMPRE...
      É O QUE QUEREMOS NA UGF... VAMOS BUSCAR ISSO NO MPT-RJ
      MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO!!!

      Excluir
  26. Quem é o Jorge Chammas? Aluno? Professor?O quem realmente ele é?

    As vezes me pergunto se ele for professor tem um pouco de razão por estar descontente com a situação ate eu estaria, mas em nenhuma hipótese estaria aqui e sim estaria procurando outro emprego, pois como ele mesmo diz já era.

    Se for estudante e apenas isso, ou seja, não trabalhe como eu fico tranquilo pq realmente ainda não sabe o que é trabalhar 1 mês pagar um boleto que pode representar 50%, 80% do que se recebe.

    Então amigo, esta no lugar errado, se for professor trabalhe em outra Universidade e se for aluno estude em outra, aqui é para quem esta preocupado e pelo visto não é o seu caso.

    Abraços e Boa Sorte.
    Cristiano



    ResponderExcluir
  27. Sou da mantenedora. Nós da galileo agradecemos muito aos que continuam pagando às mensalidades. Como defensores da civilidade e justiça, já que temos representantes na mais alta corte do país, desejamos boas manifestações a vocês. Estamos fazendo todos os esforços para normalizar a vida académica. Agradecemos, a todos os envolvidos, o esforço em salvar o nosso negócio, quer dizer, está honrosa universidade. Alunos pagando às mensalidades, professores trabalhando de graça e nós lavando dinheiro, transformarmos a UGF na harvard da piedade.
    Boa manifestação a todos.

    ResponderExcluir
  28. você da mantenedora ? estranho ? então porque você fez essa declaração ?

    Prezados alunos de bom senso, neste embrolio todo somos os maiores prejudicados. Os professores não recebem, mas também não estão dando aulas. Mais cedo ou mais tarde recebem. O pastor e os ministros dando raizada. E nós? Processar a mantenedora? Eles tem milhões em dívidas, um processo à mais ou um à menos, que diferença vai fazer? Para nós a única luta deve ser pelo descredenciamento. Todos encham o mec com relatos da penúria da universidade. Quando tiver milhares de reclamações o mec vai ter que tomar atitude. Varias reclamações todos os dias. Temos que sair desta merda.

    aqui você fala mal do pastor, defende o descredenciamento, e etc.. muito estranho !!!

    ResponderExcluir
  29. Acho que uma Ação Civil Pública é o mais sensato a fazer... Tirar essa cambada de MARGINAIS DA ADMINISTRAÇÃO E NÃO ACABAR COM A UGF ! O MINISTÉRIO PÚBLICO ENTRA ARREBENTANDO LOGO COM ESSE VAGABUNDOS ! Quantos Promotores, Juízes, Desembargadores essa mesma UGF já ajudou a fazer ? Acham que eles não estão vendo isso ? Acham que estão contentes com oque estão fazendo com os alunos e funcionários ? A JUSTIÇA TEM QUE SER PROVOCADA... DENÚNCIAS AO MP PODEM RESOLVER ! ! !

    ResponderExcluir
  30. Cristiano, concordo contigo, só com muita sorte mesmo.

    ResponderExcluir
  31. Só quero minha papelada para transferência.
    E aí, como faço?..rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos, dois, mas infelizmente aquela merda de setor chamado dae, esta fechado.

      Excluir
  32. REALIDADE: Não podemos contar com o MEC pq tá comprado, não podemos contar com a justiça do trabalho pq é lenta e pouco se faz contra os poderosos. Além disso vale lembrar que é recesso agora de fim de ano, e nosso Brasil para até o carnaval... E nossa mantenedora, falou alguma coisa de pagamento com a ADGF? Para quem tem um bom canal de comunicação, né? SQN...
    A universidade está um puro lixo, assaltos, insetos, agua podre nos bebedouros e banheiros imundos...

    Deus tenha piedade da UGF, mas não vejo solução, se a opção é continuar com a Galileo, melhor fechar... Hoje os professores estão preocupados em não conseguirem emprego, mas amanha pode ser mais difícil ainda conseguir... Pensem nisso, se o governo não ajudar a salvar a UGF, melhor pedirmos para fechar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com vc, Luana !
      E se os profs estão preocupados em ficarem desempregados esta é uma boa época para distribuírem currículos !
      E muito mais vale um currículo de um prof que teve coragem de sair de uma faculdade sem ética do que o currículo de um prof que saiu de uma instituição falida ...

      Excluir
  33. Descredenciamento significa, também, ficar sem estudar e sem se formar e quando arrumarem uma Universidade, em +/- 2 anos você ter que cursar mais 1 ou 2 anos.

    Quem quer o descredenciamento não deve saber disso e o MEC que sabe não vai descredenciar nada pois não vai querer ficar com 10 mil alunos ( abacaxis ) nas suas mãos semter onde colocar eles e sendo perturbados por eles.
    Alguem duvida que o MEC leva um dinheiro pra fingir que nada está acontecendo? Vê se eles vão fiscalizar a Universidade? O desinteresse é total pois deve estar rolando uma merreca. O interessante é essa corja da galileu assinar, prometer, jurar de pé junto e não cumprir porra nenhuma.

    É a certeza de que não vai dar em nada e ninguem pode fazer nada. Greve ja foi feita, paseata ja foi feita, imprensa já noticiou, ALERJ ja sabe, MP ja sabe, processo ja tem aos montes…… eu acho que eles vão sair fora e abandonar de vez essa merda …. é a certeza de que não vai acontecer nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado E. Silva, tudo que a mantenedora quer agora é colocar ""MEDINHO"" em todos nós. Descredenciar a UGF é uma Piada que o MEC jogou no AR para que todos refugassem das investidas que aumentaram com o passar do tempo. O Ministério público federal está apurando crimes de fraude contábil, apropriação indébita e alguns outros. Porém o Ministério Público do Trabalho é o melhor para a parte civil e tem muito traquejo pois só pega a parte civil.
      O MPT-RJ não sabe as reais condições da UGF e o mesmo precisa ser provocado para que entre em ação.
      O que foi para lá foram as demissões dos 900 funcionários que inclusive a Galileu teve que pagar um multa de 50% do valor total por não ter cumprido o TAC - Termo de Ajustamento de Conduta - que gira em torno de R$ 2.000.000,00.
      Precisamos sim provocar e acreditar no MPT- RJ.
      Acredite o MEC tá e cagando todo deste órgão, pois como órgão ministerial o mesmo deveria ter feito muito mais pelos estudantes e estão se omitindo em boa parte deste imbróglio.
      Foi um prazer E. Silva, quem sabe estaremos juntos nesta segunda feira na UGF as 18:00h.
      Um forte abraço.

      Excluir
  34. Macal mendes,o que é preciso pra ser feito isso?os alunos podem fazer algo?? porque pelo amor de Deus o desespero ta batendo desde o inicio disso tudo, fui em passeata,reitoria,gritei perdi voz e agora de verdade não sei mais o que pode ser feito,minha vontade quando entro nesse blog e chorar e só...o que pode ser feito de imediato pra nos ajudar alunos,professores funcionarios e ugf??
    porque ta todo os alunos de mãos atadas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada aluna UGF. A denúncia seria melhor ser feita através do DCE ou de outro centro acadêmico, pois com o CNPJ existe maior representatividade, e isso dá mais qualidade a quem denuncia.
      Outra coisa que vejo, visitem o site http://www.sinpro-rio.org.br/home/ lá vcs terão muitas informações no que se refere a todo este problema, por exemplo:
      Dia 11-12-2013 haverá uma assembleia na Alerj com a comissão de trabalho da casa, onde seu presidente é o ilustríssimo Roberto Dinamite. Grande pergunta a ser feita. Será quem vai pra frente ou estão tomando mais tempo.
      O Simprorio já denunciou no MPT-RJ o caso da demissão dos 300 professores onde cerca de 100 voltaram aos trabalhos ou melhor a ficar em greve.
      Vejam que a ADGF omite essas informações para que os senhores não sejam munidos de informação, pois logo INFORMAÇÃO É PODER.

      Excluir
  35. Teoricamente p/ quem está em dia com as mensalidades, o segundo semestre está quitado! Pensei duas vezes antes de continuarem pagando, acho q só devem pagar qdo começar o ''primeiro semestre'', se começar... Isso vale principalmente p/ os alunos da MED que pagam R$4000 todo mês...

    Pensem nisso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pq daqui alguns dias, chega o boleto de Janeiro!!!

      Excluir
  36. a galileu não vai pagar janeiro ! não podemos ficar esperando isso e sim fazer alguma coisa antes que seja tarde ! ação civil publica, descredenciar, MPT, sei lá mas precisamos fazer algo !! feliz natal pata todos e um ano novo sem a galileu !!!

    ResponderExcluir
  37. visitem o site http://www.sinpro-rio.org.br/home/ lá os senhores terão muitas informações no que se refere a todo este problema.
    Vejam que a ADGF omite essas informações para que os senhores não sejam munidos de informação, pois logo INFORMAÇÃO É PODER.
    Na minha opinião o melhor a ser feito seria uma comissão de no máximo 10 pessoas para se dirigirem a este sindicato e verificar junto ao departamento jurídico como estão o andamento dos processos e o que poderia ser feito para se agregar valor.
    Depois de conhecer como o conteúdo deste problema aí sim tomar a iniciativa de junto com o simprorio ou através mesmo do DCE realizar uma denúncia complementar agregando outros fatos relevantes a este problema.
    Tais como: falta de água, lixos espalhados, banheiros sujos etc.
    Também podem lembrar de informar que a Galileu não pagou o passivo trabalhista e isso se chama FRAUDE TRABALHISTA.
    Bom espero ter colaborado.
    abs a todos

    ResponderExcluir
  38. Darei os contatos do http://www.sinpro-rio.org.br/home/index.php O contato deverá ser previamente agendado com o nosso assistente jurídico Marcelo Luís, pelos seguintes telefones ou e-mails: 3262-3430 / 3262-4219 / juridico@sinpro-rio.org.br / marcelo@ajs.adv.br.
    Sede: Rua Pedro Lessa, 35 – 2º andar – Segundas, quartas e sextas-feiras – das 16h30 às 17h30;
    Subsede de Madureira: Rua Carolina Machado, 530, salas 210, 211 e 212 – segundas e quartas sextas-feiras de cada mês, das 11 às 12h;
    Subsede de Campo Grande: Rua Manaí, 180 – primeiras e terceiras sextas-feiras de cada mês, das 11 às 12h;
    Subsede Barra da Tijuca: Av. das Américas 5.777, salas 202 e 208 a 211 – às sextas-feiras – das 15h30 às 16h30.

    Seria melhor ligar antes de se dirigir ao sindicato.
    Obrigado

    ResponderExcluir