segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Em busca de soluções...

A ADGF apóia e considera relevante as ações que os estudantes fizeram durante a semana passada, expressando seu profundo interesse na sobrevivência institucional e sua indagação às ações do MEC que consubstanciem esse objetivo.

A direção da ADGF manteve aberto o canal de comunicação com diferentes atores, com o fito de obter mais insumos que cooperem estrategicamente na solução de nossos problemas.

Devemos lembrar que, para a sobrevivência institucional, o foco é na construção das condições docentes, no restabelecimento dos cenários de ensino, no pagamento de dívidas com funcionários e docentes ativos, que já está quase a incluir o 13º, e na dívida com o conjunto de funcionários e docentes demitidos.

A ADGF participou semana passada de reunião com a Galileo, antes da publicação da portaria do MEC. A única informação relevante é que a Galileo continua a buscar solucionar os pagamentos, e espera fazê-lo antes do final deste ano.

A ADGF fez vários contatos com fito de obter informações relevantes sobre os processos em cursos. As informações que interessam à comunidade acadêmica são:

1. A SUGF ingressou aos 9/12/2013, na SERES/MEC, com réplica à resposta que a Galileo apresentou ao pedido de revogação de Mantença. Agora, há os prazos, que cabe ao MEC fazer cumprir;

2. A ADGF enviou comunicação à Galileo solicitando reunião e propondo processos porque há um prazo de resposta para a Portaria 672 do MEC, ainda não tivemos resposta da Galileo;

3. A ADGF enviou comunicação ao MEC indicando possibilidades de solução a serem consideradas, tais como consta do Decreto Lei 5773/2006, e, sobretudo, solicitando que haja reunião com representações de todos os interessados, o mais rapidamente possível, no Rio de Janeiro, ainda não tivemos resposta da SERES/MEC.

Há outros contatos em curso. A Comunidade Acadêmica da UGF tem total interesse na sobrevivência institucional da UGF. Consideramos que o MEC tem que ser um parceiro estratégico neste objetivo.


29 comentários:

  1. Não tenho dúvidas que a ADGF tem interesse na sobrevivência da UGF, mas seria reconfortante para todos que estão nesta luta receberem não só palavras, mas apoio nas manifestações, apoio na busca de espaço em mídia para informar os cidadãos dos desmandos e absurdos que acontecem hoje na Gama.
    O que vejo são estudantes desesperados por uma solução e indo para as ruas, buscando apoio sozinhos. Não se vê mais professor, funcionário e membros da ADGF na luta.
    Da mesma forma o sindicato não aparece nunca. Cadê o carro de som? Cadê a verba para espalhar outdoor pela cidade? Afinal, para que pagar contribuição sindical se eles só aparecem em reuniões?
    Sinto falta disto e imagino que os estudantes estejam se sentindo meio abandonados.
    Estamos todos juntos pela mesma causa, mas alunos gritando palavras de ordem sozinhos não é muito justo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente com vc Ana B. cadê eles nas manifestações e ajudando a nos alunos,fui em todas e não vi uma alma de prof la só o marcos na da rio branco e que orgulho de poder ter tido o apoio dele!! cadê o resto na hora de receber todo mundo quer na hora de ajudar não!!

      Excluir
  2. pelo que sei os professores que aparecerem em protestos ou exporam suas opiniões em redessociais sofreram represálias e/ou foram demitidos.

    Dificilmente um professor irá a protestos. acho bem dificil e entendo o lado deles.

    Aliás, no RJ TV da semana passada a Galileo disso que ia pagar até o final desta semana.

    Alguém recebeu????

    Ou foi só mais uma mentira da Galiladra?

    ResponderExcluir
  3. Pra vocês é muito simples não? Quando o salário for pago, imediatamente vocês retomarão as aulas, sendo que a faculdade está abandonada, sem qualquer condição de funcionamento, com mendigos, usuários de drogas e assaltantes circulando em suas dependências, uma pena que vocês pensem na sobrevivência institucional apenas na questão dos salários, assim sendo prefiro o descredenciamento e que vocês professores da ADGF vão para o olho da rua, mercenáriozinhos de quinta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kara,

      já que vc acha tão ruim assim, porque vc não sai então da Gama?

      Volta pra roça!

      Excluir
    2. Certamente você não compreendeu o que eu disse, os membros da ADGF só pensam na continuação da instituição para se manterem no emprego, uma vez pago os salários a greve termina enquanto isso a faculdade fica jogada as traças.
      Quanto ao seu questionamento infeliz: Eu faço medicina, não estou afim de voltar 1,5 ano em minha formação por incompetência administrativa de uma mantenedora insalúbre e mal intencionada com a educação. Não gostaria do descredeciamento da UGF, mas se a galileo permanecer na mantença, sim apóio e muito o descredenciamento, pois não quero ser feito de ótario como tem sido nesses 2 últimos anos em que o descaso ja ultrapassou e muito os limites do bom senso. Então gostaria q você se retirasse, com esse nome patético e com sua crítica rídicula, pois deve ser mais um dos membros dos sub-cursos mantidos pela UGF, e digo mais voltarei pra roça afim de comer a vaca da sua mãe. ;)

      Excluir
  4. ''A ADGF apóia e considera relevante as ações que os estudantes fizeram''

    Piada, não teve professor praticamente nenhum.

    ''Devemos lembrar que, para a sobrevivência institucional, o foco é na construção das condições docentes, no restabelecimento dos cenários de ensino, no pagamento de dívidas com funcionários e docentes ativos, que já está quase a incluir o 13º, e na dívida com o conjunto de funcionários e docentes demitidos.''

    Voces só querem os salários. Vao voltar a dar aula num lugar sujo, inseguro e sem prática, assim que a grana cair na conta.

    ''A direção da ADGF manteve aberto o canal de comunicação com diferentes atores, com o fito de obter mais insumos que cooperem estrategicamente na solução de nossos problemas.
    ''
    Voces estao calados a dias.

    '' A única informação relevante é que a Galileo continua a buscar solucionar os pagamentos, e espera fazê-lo antes do final deste ano.''

    Ganharam um nariz de palhaço no dia da reuniao?

    ''2. A ADGF enviou comunicação à Galileo solicitando reunião e propondo processos porque há um prazo de resposta para a Portaria 672 do MEC, ainda não tivemos resposta da Galileo;''

    Nao respondeu? cade o canal aberto?

    '3. A ADGF enviou comunicação ao MEC indicando possibilidades de solução a serem consideradas, tais como consta do Decreto Lei 5773/2006, e, sobretudo, solicitando que haja reunião com representações de todos os interessados, o mais rapidamente possível, no Rio de Janeiro, ainda não tivemos resposta da SERES/MEC.''

    Agora é tarde queridos. Acabou.

    ResponderExcluir
  5. "A ADGF participou semana passada de reunião com a Galileo, antes da publicação da portaria do MEC. A única informação relevante é que a Galileo continua a buscar solucionar os pagamentos, e espera fazê-lo antes do final deste ano."

    Ué, não era até o final de semana? Definitivamente este pessoal da Galileo tem problemas mentais. Apenas uma pergunta, neste monte de reuniões que vocês fazem para salvar esta latrina de faculdade, é discutido como prestar um serviço educacional de qualidade aos alunos que pagam a maldita mensalidade, ou é só salários? Pela qualidade das aulas que tivemos este ano, mandaria todos embora. Esta espelunca tem que fechar.

    ResponderExcluir
  6. Prezados,
    Com os funcionários em greve, como faço par apedir documentação pertinente à transferência? Há maneira de se obter essa documentação?

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Sou graduando em Arquitetura, estava na metade do TCC mas tivemos as orientações interrompidas e não temos qualquer ideia do que irá acontecer conosco. Nossa primeira banca seria nessa semana mas ainda estamos em greve.

    Fica dificil ter qualquer tipo de comprometimento com o TCC quando a faculdade começa a passar por esses tipos de problemas. É obvio que a qualidade final do ensino e, por consequencia, dos trabalhos finais fica comprometida.

    Não sei mais o que fazer, só queria terminar meu curso para nunca mais pisar na UGF, mas até isso está sendo dificil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chame seus amigos para a manifestação e comece a luta filhão, pq a Galileo já não existe mais e a UGF está abandonada. O MEC pediu os DOCS dos alunos, Galileo mandou? Vai mandar quando? SErá? Acorda...UGF faliu.....Agora só há uma chance, intervenção do MEC e para isso, precisa levantar a bunda da cadeira e correr atrás dos seus direitos nas ruas, pq na justiça vc está fudido!

      Excluir
  9. ''A direção da ADGF manteve aberto o canal de comunicação com diferentes atores, com o fito de obter mais insumos que cooperem estrategicamente na solução de nossos problemas.''
    HAHAAHHAAHHA
    canal de comunicação com diversos atores, kkkkkk q piada, ou seja isso é um circo pessoas brincando de artistas e a platéia digo, alunos são os palhaços.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tenho uma pergunta ? E os mais de 900 milhões em dividas como fica ? quem vai querer assumir uma faculdade e já ficar devendo ? parece que a ADGF é favorável a permanência da galileu ! Se há o pensamento de salvar a UGF primeiro tem que tirar a galileu e resolver essa dívida, a qual tem com certeza os juros altíssimos ! Não adianta ficar tentando tapar o sol com uma peneira ! As mensalidades não suprem mais a UGF, os juros da dívida comem boa parte disso, fora as ações trabalhistas justíssimas que a galileu perdeu e teve suas contas bloqueadas, a divida com os professores e funcionários que acumula por meses e agora o 13 salário parte a porta ! tem mais : E o período que eu paguei e está perdido ? Vou reaver o dinheiro ? claro que não !! A galileu manda sms cobrando mas com certeza não vai mandar um sms de devolução !! Por favor sejam realistas !! Quem vai querer assumir uma faculdade com essa dívida e esses problemas ? Várias universidades estão sendo compradas no brasil por instituições estrangeiras e nenhuma delas se interessou pela UGF, para mim a única solução seria uma intervenção do Governo, isso salvaria a gama Filho mas acho difícil ! A galileu não vai pagar até o fim do ano ! isso é óbvio !! A meu ver, o que está a nossa frente, pois é o que parece que vai acontecer é o DESCREDENCIAMENTO !! INFELIZMENTE !! Tomara que eu esteja errado !!

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Se houver o descredenciamento a lei diz o seguinte,


    " Art. 57. A decisão de descredenciamento da instituição implicará a cessação imediata do funcionamento da instituição, vedada a admissão de novos estudantes.

    § 1o Os estudantes que se transferirem para outra instituição de educação superior têm assegurado o aproveitamento dos estudos realizados.

    § 2o Na impossibilidade de transferência, ficam ressalvados os direitos dos estudantes matriculados à conclusão do curso, exclusivamente para fins de expedição de diploma. "

    PAI DE UMA ALUNA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode explicar um pouco mais?
      Estou no nono período e ja cursei mais de 90% dos créditos.

      Ouvi dizer que após cursar 80% não é aceita transferência por outras univerddades..

      No caso de transferência como garantir o aproveitamento de 100% das matérias cursadas?

      Agradeço se postarem mais informações a respeito. Não sei o que fazer

      Excluir
    2. e quem será o professor que irá dar aula de graça para esses "formandos"???

      Será que o Portinho vai assumir todas as turmas de formandos? de todos os cursos? De todas as matérias?

      pois nenhum professor será idiota de trabalhar em uma instituição falida!

      descredenciamento é a pior solução galera.....será que só eu penso aqui???

      Excluir
    3. http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=18941

      Excluir
    4. Para isso acontecer, precisa Galileo mandar os documentos dos alunos, conforme pedido do MEC. Vcs acham que alguém da Galileo estão no Brasil ainda? Vcs acham que a Galileo sabendo do descredenciamento e da falência que abriu vai mandar algo para ajudar os alunos....OS SENHORES SÃO MUITO INOCENTES!!!!! Ou vão para manifestação brigar pela intervenção do mec ou estão fudidos filho!

      Excluir
  14. Prezados alunos lesados pela Mantenedora.
    Não cobrem da ADGF uma postura mais firme no sentido de confronto, quando os mesmos fizeram isso em Assembleia antes do último pagamento de seus salários, quando todos voltaram aos trabalhos, MENCIONARAM DENUNCIAR TUDO NO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO, um representante do MEC presente nesta assembleia rapidamente interviu e disse que não teria esta necessidade. Curiosamente a Mantenedora pagou 3 dias depois os salários dos funcionários da UGF e todos voltaram a trabalhar, porém como já sabem o movimento foi mapeado pela mantenedora que CEIFOU 300 Professores quebrando totalmente o movimento por dentro, numa atitude INTIMIDADORA, para que nunca mais fosse mencionado o nome MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO.
    Nesta atual situação não existe espaço para ingenuidade, o Facebook do DCE - Caeng e este blog estão sendo diariamente Monitorados por todos os envolvidos e claro uma noção da temperatura dos relatos e fatos que podem desencadear uma ação mais enérgica.
    Diante destes fatos já digeridos pelos atuais dirigentes da ADGF, os mesmo não vão buscar o confronto pois o destino de quem menciona o nome Ministério Público do trabalho será o OLHO DA RUA.
    Quando passei a postar neste blog a necessidade da denúncia no MPT-RJ os alunos aderiram esta ideia e começou a ter Eco entre nós discentes e isso FUGIU DO CONTROLE DA , ADGF - MEC - MENTENEDORA.
    Curiosamente o MEC já começou a realizar suas tarefas de casa... Entendem????

    Já tivemos momentos muito piores do que este e o MEC Nadaaaa.

    Darei aos senhores mais informação sobre a mantenedora que segue no link abaixo:
    http://oglobo.globo.com/educacao/gestao-de-grupo-financeiro-agrava-crise-na-gama-filho-univercidade-9518134

    http://oglobo.globo.com/infograficos/crise-gama-filho/

    Se nada for feito em relação as condições de trabalho dos docentes e funcionários, normalizar os pagamentos dos seus salários, melhorar as condições de ensino e principalmente COMPROVAR A VIABILIDADE FINANCEIRA PARA MANTER ESTA FACULDADE EM ATIVIDADE, EU MESMO FAREI UMA DENÚNCIA NO MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO, não vou esperar o DCE - ADGF - MEC ou que o céu caia sobre todos nós.

    Já estou de saco cheio de tanto blá blá blá.

    Já tenho a denuncia pronta faltando alguns detalhes para encorpar melhor dando total subsídios ao Procurador do MPT-RJ.

    Quero fazer minha segunda graduação na UGF,

    Marçal Mendes ex-aluno da UGF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcal Mendes, a Galileo já não existe mais! Não é uma informação oficial, ou seja, ela não abriu falência ainda, porém ela não irá mandar documentação nenhuma para o MEC e os alunos irão ficar anos esperando por transferência assistida. Os gestores da Galileo já estão longe, muito longe.....e não se esqueça, no Brasil as leis não são respeitadas, visto que o MEC deixou a UGF chegar a esse ponto e visto que o MEC colocou a Galileo como mantenedora da universidade gama filho e agora vai descredenciar a UGF sem pena!
      Os funcionários e docentes não irão receber 1 centavo e os alunos levarão anos esperando boa vontade e competência do MEC para pegar tudo.
      Só há uma solução: Apareça na Assembléia dia 18/12 campus piedade no mesão do prédio AR e vá na manifestação, pois ficar em casa reclamando, não vai ajudar nada. Ou então, comece um curso do 0 em outra universidade.

      Excluir
  15. É isso aê Marçal!

    Bota logo pra fuder! denuncia esses caras e cadeia neles!

    ResponderExcluir
  16. Faliu ?? Tem secretaria aberta pra requerer os documentos para transferência ???
    A gente fica na dúvida se sair ou não, por perder tempo na vida e tal..., mas acabamos de perder 6 meses, se tivesse trocado antes já teria valido a pena, pois agora perdi 1 ano....6 meses pagos e jogados fora e mais 6 meses pra recuperar as matérias em outra Intituição !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dudu Vasconcelos, a Galileo já não existe mais! Não é uma informação oficial, ou seja, ela não abriu falência ainda, porém ela não irá mandar documentação nenhuma para o MEC e os alunos irão ficar anos esperando por transferência assistida. Os gestores da Galileo já estão longe, muito longe.....e não se esqueça, no Brasil as leis não são respeitadas, visto que o MEC deixou a UGF chegar a esse ponto e visto que o MEC colocou a Galileo como mantenedora da universidade gama filho e agora vai descredenciar a UGF sem pena!
      Os funcionários e docentes não irão receber 1 centavo e os alunos levarão anos esperando boa vontade e competência do MEC para pegar tudo.
      Só há uma solução: Apareça na Assembléia dia 18/12 campus piedade no mesão do prédio AR e vá na manifestação, pois ficar em casa reclamando, não vai ajudar nada. Ou então, comece um curso do 0 em outra universidade.

      Excluir
  17. Federal..Que horas é a Assembleia e a manifestação?

    ResponderExcluir