terça-feira, 9 de abril de 2013

ASSEMBLEIA GERAL DOS DOCENTES: DELIBERAÇÕES URGENTES

Prezados docentes;

A Galileo enviou para a ADGF informe comprobatório bancário do pagamento de todos os que têm portabilidade. A Galileo, também, informou que o pagamento para todos os docentes JÁ ESTÁ EFETUADO nos valores citados no Termo de Compromisso, com os erros de datas que já é sabido e discutido pelos docentes.

A Assembleia de hoje é para definir os procedimentos adequados diante desses fatos.

Teremos que avaliar, quando decidirmos pelo retorno às aulas, sobre os encaminhamentos acadêmicos necessários, tais como reformulação do calendário acadêmico, eleições para os órgãos colegiados, acompanhamento das respostas ao MEC e participação nos processos para intervenção do MEC, além da luta mais ampla por uma legislação que crie mecanismos de controle social das Mantenedoras de IES privadas.

Se optarmos pela saída da greve estaremos, de imediato, em ESTADO DE GREVE, com a Comissão de Acompanhamento de Salários em construção para funcionamento imediato, com fito de que os pagamentos dos demais meses sejam cumpridos na forma do Termo de Compromisso.

Sobre os cenários de ensino, ora sob penhora judicial, houve informação da Galileo, anteriormente, de encaminhamento para substituição da penhora judicial. Esperamos que a Galileo também ofereça o mais rapidamente possível informações sobre esses cenários de ensino.

ASSEMBLEIA GERAL DOS DOCENTES

DATA: 9 DE ABRIL DE 2013

LOCAL: ARUDITORIO A, 8º ANDAR, MR

UGF, CAMPUS PIEDADE

HORÁRIO: 18h00

147 comentários:

  1. Será que vocês ainda querem discutir quando começam as aulas? Tenhoa certeza que como milhares de alunos as aulas , caso a greve não continue, devem ser retomadas já na próxima quarta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada, ainda falta ver se tem papel higiênico nos banheiros, se tem halls para os professores lecionarem com halito fresco, se há ar condicionado nas salas...deve começar apenas em 2014 com alunos prouni, bolsistas, FIES e formandos.

      Excluir
  2. TA PROVADO QUE QUEM NAO RECEBEU, OU TAVA MENTINDO OU TA COM PROBLEMA NO SEU BANCO, COMO TODOS HAVIAM SUGERIDO!!!

    PROVADO QUE MANTIVERAM A GREVE A TOA, ESTANDO ERRADO!!! PAGARAM TODOS E POR CAUSA DE 3 CONTINUARAM A GREVE, PQ ELA DARIA CALOTE EM 3? SINDICATO MARAVILHOSO ESSE, SÓ PENSA EM SI

    ResponderExcluir
  3. Caros Leandro e Ileo; queremos, sim, discutir como começarão (no futuro, espero que breve) as aulas. A greve e as ações que os docentes e a comunidade acadêmica têm realizado são um exercício democrático. Decisões em assembleias têm que ser respeitadas. Isto foi o que ocorreu ontem diante das informações disponíveis. Não havia como reverter a greve sem comprovações de pagamentos, diante da afirmação dos docentes que não haviam recebido. Um docente que apresenta um extrato bancário não correspondente ao seu pagamento não mente, e ainda que fora apenas um com essa situação, a questão estaria colocada: o desrespeito a um pode vir a ser um desrespeito maior no futuro. Não podemos correr este risco. Foi isso que motivou a assembleia a decidir se manter em greve. Porém, se há fatos novos, novas comprovações inequívocas de pagamento, a assembleia terá que deliberar diante disso. E o que está em jogo, caros alunos? O fortalecimento de nossa autonomia acadêmica, a democratização e construção de formas participativas no órgão colegiado e na condução do semestre, com reformulação do calendário acadêmico, para que tenhamos uma UGF mais democrática e melhor, do ponto de vista da excelência acadêmica. Acreditamos que para que isso seja possível a Mantenedora tem que respeitar toda a comunidade acadêmica, dentre ela, a condição docente, ao menos, considerando que aceitamos fazer concessões, cumprindo efetivamente o Termo de Compromisso que foi enviado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1°) O único professor que estava com o extrato bancário nem da UGF era.

      2°) Não precisa ser nenhum doutor para perceber que se 3 de 93 professores presentes não receberam, se tratava de questões burocráticas e pontuais. Logo, não é nenhuma "traição para com os colegas" (como vocês mesmos definiram)suspender a greve.

      3°) Ontem, de todas as assembleias, percebi que nós, discentes, não podemos contar com a vossa solidariedade. E nem vem dizer que aceitaram o termo de compromisso pensando nos alunos. Até porque está na cara que da Galileu vocês levariam isso ou nada.

      Não podemos mais perdem tempo professores. Nós, alunos, somos os mais vendidos nessa história. Peço-lhes a compreensão dos meus colegas um pouco mais exaltados, mas estamos saturados dessa situação. Não temos sequer a alternativa da transferência. Terminem essa greve. Por favor.

      Sem mais.

      Excluir
  4. Parece que tem um grupo, dentro da ADGF, que deseja que a greve continue. Tô sentindo "cheiro" de podridão vindo lá. Já que a Galileo pagou, NÓS ESTUDANTES, exigimos que as aulas recomecem. ESTAMOS PAGANDO! Vocês professores não deveriam ter deixado as coisas chegarem a esse ponto com a mantenedora, a atual e as que a antecederam. Sou aluno, pago em dia, e quero ter aula.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CARO FIÓDOR, APRENDER A SER DEMOCRÁTICO FAZ BEM À SAÚDE! Você paga a uma instituição que deve pagar a quem cuida da sua UGF (corpo técnico administrativo) e a quem leciona para você (doentes). Eles quem romperam o contrato contigo. Nós docentes, por outro lado, estamos buscando fazer com que o contrato que você realizou possa ser cumprido. Construir isso democraticamente pode ter avanços e recuos, porém é melhor para todos. Porque? Porque o resultado será uma comunidade acadêmica mais participativa, democrática, com capacidade de buscar a excelência cooperativamente. Todos queremos, creio que você também, uma UGF melhor, que seja capaz de oferecer um execelente ensino e ter ambiente de ensino-aprendizagem que te deixe orgulhoso. Esta é a nossa luta como docentes. Espero que você nos apóie;

      Jorge Atilio
      Prof. Dr. Ética Aplicada
      Mestrado em Acessibilidade
      UGF

      Excluir
    2. Caro Professor, não consegui engolir o seu discurso falacioso. Ser democrático não significa deixar ser manipulado. A Galileo não me representa e a ADGF também NÃO. A UGF existe há décadas e deveria ser uma universidade sólida mas não é. Os problemas se acumulam há muito tempo, porém, parece que só agora é que a ADGF conseguiu descobri-los e se auto-denomina a "salvadora". Tudo o que o Sr. escreveu deveria de ser a realidade atual da UGF e não uma proposta para o futuro. Onde estava a ADGF que permitiu o sucateamento da universidade? onde estava? agora que vocês sentem no bolso o descaso e incompetência de anos de omissão querem o nosso apoio? Não mais, digo, não mais têm o meu apoio. exijo o reinicio imediato das aulas. ESTUDANTES UNIDOS CONTRA ADGF E GALILEO. SOU ALUNO, PAGO EM DIA E QUERO AULA JÁ.

      Excluir
    3. Cara fala por você (nós alunos exigimos ? você não me representa) aprenda a respeitar o estado democrático de direito isso tudo só aconteceu porque os Gangsters da Galileo foram pilantras desde do inicio.

      Excluir
    4. Claro que eu não te represento, nunca representaria um IDIOTA, e digo idiota por você acreditar em tudo que a ADGF diz. Falo principalmente para meus colegas que como eu desejam que as aulas recomecem o mais cedo possível.

      Excluir
  5. -SOU ALUNO PAGO EM DIA E QUERO TER AULA!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PERFEITO!!!!!
      Mas direciona esta solicitação à empresa com a qual você fez um contrato. Esta deve providenciar as possibilidades mínimas para cumprir o serviço oferecido. Isso inclui pagar funcionários, professores, fornecedores etc.
      Parabéns!!! Só enviou para o canal errado...

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Sugestão : exigir que a Galileo envie todo o quinto dia útil ou dois dias apos (qdo efetivamente ocorrerá uma assembleia docente)um informe comprobatório bancário para evitar equívocos e o retorno sem precedente da greve. Grato

    ResponderExcluir
  8. Ainda vão decidir quando começarão as aulas? O acordo não era após o pagamento, retorno imediato das aulas???

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. ADGF, Por favor criem um processo para comprovação do pagamento, para que não se tenha greve logo no dia seguinte do pagamento proposto pela IES. O grupo de acompanhamento que está sendo criado precisa sugerir processos cabíveis e que se tornem produtivo para visualização das ações que estão sendo feitas. Precisam pensar em ações de forma a evitar as paradas, esperar o dia prometido e olhar se o dinheiro caiu não é produtivo, pois podem ocorrer problemas em contas pontuais. Esta foi minha contribuição diante deste cenário...

    ResponderExcluir
  11. Era o que faltava...agora a ADGF parece que está com raiva porque a mantenedora pagou o acordado!!!!! Pena que não tenhamos uma Thatcher para dar um jeito nesses sindicalistas...

    ResponderExcluir
  12. Membros da ADGF, se já estão comprovados os pagamentos, que era o grande entrave para o início das aulas, está na hora de mudar a maneira de reivindicar as outras pendências, pois se permanecer a GREVE, só afastarão os alunos, vcs deixarão de contar com esse precioso apoio. Como vcs sabem, a comunidade acadêmica não é composta apenas de mantenedora e professores, existem os alunos, os funcionários, os assistidos e beneficiados, etc, então, o momento é delicado, talvez ceder um pouco na realidade seja avançar e muito. Sei que apenas uma das reivindicações foi atendida, porém a mais urgente, os salários, agora, precisamos manter a união, que só se manterá com o retorno das aulas, para lutarmos JUNTOS pelas melhorias físicas. Se optarem por manter a greve, que é direito de td trabalhador, vcs estarão se colocando numa situação muito difícil, pois passarão a contar com todo o descrédito da comunidade acadêmica, e consequentemente, levarão os alunos a se alinharem ao discurso vazio da mantenedora. Já está passando da hora de mudar a estratégia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. APENAS PARA CORREÇÃO DA INTERPRETAÇÃO: A GALILEO INFORMOU QUE ESTÃO CONCLUÍDOS, AINDA HOJE NOS DARÃO A LISTA DE COMPROVAÇÃO. OU SEJA, SE ESPERA QUE NA ASSEMBLEIA DE HOJE NÃO HAJA MAIS ESSA QUESTÃO! ATÉ ONTEM NÃO TÍNHAMOS ESSA INFORMAÇÃO NESTE ESTADO COMPROBATÓRIO!

      Excluir
    2. E nem precisava.
      Se 90 dos 93 professores haviam recebido, estava mais que óbvio que era somente uma questão burocrática do banco, como a grande maioria presente da assembléia previa.

      Retomem as aulas. Os salários já estão pagos. Não tem por que continuar a nos prejudicar.


      Excluir
    3. Não houve engano na interpretação, no cabeçalho está postado, pela própria ADGF, que a Galileo enviou informe comprobatório do pagamento, isso significa que os pagamentos foram feitos. Não retirei, em momento algum, nem mesmo agora o total apoio a causa dos docentes e funcionários, apenas acho que manter a greve já não é uma estratégia viável. Além do pagamento aos funcionários e professores, também quero ver melhorada a estrutura física dos prédios, a segurança, etc.

      Excluir
  13. Agora é o momento de nós alunos nos unirmos contra o autoritarismo da ADGF que, mesmo com o pagamento tendo sido feito pela Galileo, está se opondo ao reinicio imediato das aulas. À cada dia que não temos aula mais a nossa situação de alunos se complica. Parece que a ADGF agora está sendo demasiadamente Politica nas suas ações e pondo de lado os interesses dos alunos. Precisamos agora enfrentar os dois: Galileo e ADGF. Não podemos nos iludir achando que a ADGF está do nosso lado, por que não esta; muito menos a Galileo.

    ResponderExcluir
  14. Nós alunos somos a maioria na universidade... vamos pensar nisso. se as aulas não começarem logo talvez seja necessário protestar de forma mais contundente.

    ResponderExcluir
  15. Entao foi confirmado que o erro foi dos professores? A Galileo tinha realmente pago como havia informado? Quero saber que hora a ADGF, vai emitir um pedido de desculpas por ter inflamado a ira de tantos alunos por nada!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. Foi uma safadeza desses docentes hein! Pelo amor... Gente não temos mais tempo! Espero que as aulas comecem amanhã!

    ResponderExcluir
  17. Assembléia pra que meu deus... se pagou, começa logo as aulas...

    ResponderExcluir
  18. Caros alunos, não sou Professor, mas não é hora de caça às bruxas. Com erros e acertos, os Professores buscaram o início da regularização de uma relação Trabalhista. Hora dos alunos, apoiados pelas famílias, buscarem a regularização da relação de consumo. É apenas isto. Sentarem e decidirem em comum acordo, um Calendário que permita que não ocorra a perda de um semestre - só será possível com esforço de ambas as partes e foco no objetivo comum - que ao final de 2013, tenha sido cumprido o período letivo. Há outras questões menos urgentes (mas extremamente relevantes) a serem tratadas, mas a retomada das aulas, dentro de um cronograma pactuado entre alunos e professores é agora o grande desafio. Por favor, não percam o foco, buscando culpas e/ou culpados. Não ajudará EM NADA a NINGUÉM !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O senhor é a única pessoa que merece um comentário aqui. Tem gente nesse blog sem noção nenhuma da gravidade da situação que se encontra a UGF. Se nada for feito em um ano não teremos mais professores na UGF. Já vi pessoas aqui falando que ia até lavar o banheiro da UGF. Poxa não ter nem limpeza no campi, pela amor de "DEUS", não dá.
      Cara não dá nem pra comparar com as outras instituições, o nome da UGF já esta super manchado. Pelo menos se vocês não querem ajudar os professores que tem suas famílias não desmoralizem eles aqui. Senhor Sergio muito grato por seus comentários em apoio aos nossos mestres.
      Sou aluno mas antes de ser aluno sou "SER HUMANO".

      Excluir
    2. Prezado Leo, não se sinta desprestigiado. Nós docentes temos o maior respeito e a convicção de que nossa atividade é co-existencial a vocês. Você tem razão, as condições de limpeza e segurança precisarão estar asseguradas também. Faço votos que você, ser humano como nós, nos ajude na melhoria da qualidade de nossa UGF! Forte abraço!

      Excluir
  19. Queridas professoras e queridos professores,

    o Termo de Compromisso por vocês assinado, dizia que era dever da Galileo Educacional fazer os pagamentos de 50% de janeiro, 70% de fevereiro, e 70% de março. Migalhas ou não, como um certo professor adjetivou na TV ALERJ, o Termo foi ACEITO pelo corpo docente. Unânime ou não, foi a decisão coletiva.

    O mesmo Termo de Compromisso diz que, cumpridas as cláusulas, deverá haver fim imediato da greve e retorno às aulas. Acontece que a Galileo resolveu ceder estabilidade no ano de 2013, para que os senhores ficassem seguros quanto a não haver uma possível retaliação pela greve. Greve é direito por Lei. Assim como receber seus salários em dia, ainda que inúmeras classes proletárias sofram com a falta de cumprimento desta última.

    Acontece que demissões por justa causa não estão incluídas em tipo algum de estabilidade, vide servidores públicos e membros das forças armadas, que podem ser demitidos a qualquer momento, caso façam algo que justifique tal ato. Descumprir o Termod e Compromisso por vocês assinado é justa causa. Atentem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Samantha, quem assinou o termo de compromisso foi a Galileo. Os professores aceitaram sob condições, as quais não foram completamente resolvidas, de forma devida pela Galileo, e isso estendeu a greve até hoje. Estamos fazendo mais uma concessão, Samantha, em nome de nossa atividade de docência, pesquisa e extensão: verificando todos os pagamentos retomaremos as aulas a partir de amanhã, 10 de abril, possivelmente - porque essa é uma decisão que terá que ser tomada em assembleia. Ou seja, nós não descumprimos nada. A Galileo descumpriu e ainda assim, estamos criando as condições para (a) podermos todos buscar uma UGF melhor e (b) a Galileo possa cumprir o Termo de Compromisso que ela enviou na próxima vez, com menos atropelos.

      Excluir
    2. Ué... Então quer dizer que só uma parte é obrigada a cumprir o acordo? Que conveniente... Olha, se vcs disseram aceitar o acordo mas agora dizem não ter assinado nada, essa suposta estabilidade tb pode não estar garantida, hein?

      Excluir
    3. Prezada "Shiva"
      Mas é claro que nada está garantido!!!
      Será que não deu pra perceber isso diante da administração precária da Mantenedora?
      Por isso o Estado de greve... Se não cumprirem as próximas parcelas acordadas, paramos outra vez. Emprego não está garantido, salário não está garantido, excelência de ensino não está garantida!!
      Mas há a árdua tarefa, tomada pelos membros da ADGF, de negociar e tentar salvar alguma coisa. Porque pela lei, poderíamos voltar a trabalhar apenas quando TODAS as pendências estivessem em dia. TOOOODAAAS!!!!!! Isso é direito do trabalhador!
      Ao aceitar o termo de compromisso, os professores fizeram uma concessão... Isso parece que as pessoas não estão entendendo... Se todos (insatisfeitos) pedissem suas contas, como muitos sugerem por aqui, quem daria aula neste período? Aí, sim, poderia se falar em perder o período!!
      Os membros da ADGF têm trabalhado incansavelmente, desde o ano passado, inclusive nas férias. Fizeram tudo para evitar a greve! Não foi possível graças à mantenedora. Agora os professores vão voltar sem receber tudo o que é devido, mas depois de uma árdua negociação não só por dinheiro, mas por dignidade! Para que, talvez, não seja preciso fazer uma nova greve tão cedo.

      Excluir
  20. Recebo com satisfação e um leve positivismo a noticia!

    ResponderExcluir
  21. mais uma assembléia.... poderiam dar um pouquinho de aula nessas assembléias, talvez assim já teríamos os 25% perdidos

    ResponderExcluir
  22. Vocês vêm nos falar de democracia??
    Ontem, nós alunos, fomos obrigados a nos retirar no auditório para a realização dessa votação estúpida. Levando em consideração que estava óbvio que os pagamentos pendentes dos 3 professores presentes eram questões pontuais e burocráticas.
    Essa união tá muito linda pra vocês né?!
    União dos alunos para com os professores quando nos despencamos até BRASÍLIA para revindicar seus salários, quando fechamos as ruas para revindicar VOSSOS direitos. E quando precisamos de vossa solidariedade o que acontece???

    1°) Em nenhuma das assembleias estudantis não pudemos contar com o apoio docente. EM NENHUMA.

    2°) Em vossas assembleias, nós alunos, sempre em grande maioria, não podemos sequer abrir a boca. (Preciosismo barato)

    3°) Nem precisa citar essa MANUTENÇÃO DE GREVE sem nenhum cabimento.

    Estamos no mesmo barco e não podemos mais perder tempo. Sempre estivemos juntos nessa luta com o corpo docente, mas, pela primeira vez em todas as assembleias, notei que estamos SOZINHOS. O corpo docente não está junto nessa conosco, alunos.

    Sem mais,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro 585c0e72-a11d-11e2-b9ed-000bcdcb471e; democracia, como todas as ações sociais (um jogo de futebol, por exemplo), tem regras. Uma das regras é que decisões sobre assuntos de uma categoria de pessoas deve ser decidido por essa própria categoria. No caso, era uma decisão dos docentes, precisávamos saber qual era o nosso quorum preciso e deliberar. Como você pode ter notado, a decisão não foi simples, nem com grande margem de diferença. Nas nossas assembleias, a grande maioria tem sido de docentes - e ainda bem que é assim. Nas manifestações, sim, a ampla maioria é de discentes. Os docentes têm plena convicção que estamos, sim,no mesmo barco. Eu, Jorge Atilio, Prof de Filosofía e Ética para Administração e Direito, e do Mestrado em Acessibilidade, tenho essa convicção. Em nenhum momento me sinto sem estar preocupado com os alunos, e meus colegas docentes também estão: ter preocupação com vocês é uma das razões para lutarmos não somente por salário, mas, sobretudo, por uma UGF melhor, mais democrática, participativa e com excelência acadêmica.

      Excluir
    2. Caro Prof. Jorge Atilio, o senhor falou, falou e não disse nada em relação as aulas. Pretendem estender essa greve? Se sim, até quando? A prioridade era o pagamento dos salários. Não que as outras reivindicações não sejam importantes, mas podem sim serem feitas com as aulas em andamento.

      E o acordo feito era: Pagamento da Galileo = Retorno imediato das aulas. Agora vocês me vêm com essa de que ainda vão decidir o retorno das aulas? Vocês estão pedindo a ira dos alunos! Assim como entendemos e APOIAMOS o lado de vocês, vocês também tem que ENTENDER E APOIAR O NOSSO.

      Excluir
  23. Pessoal, as reivindicações feitas no blog são totalmente válidas, mas não somente aqui. Façamos o seguinte, vamos tentar reunir uma quantidade significativa na assembléia de hoje. Todas as críticas e comentários são feitos aqui, mas é lá na assembléia que as decisões serão tomadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas eu acho que não vai adiantar de nada, só vai ter aula quando os professores quiserem, infelizmente a escolha não é nossa, estamos na mãos deles, o que nos resta é pedir transferência ou continuar aturando isso.

      Excluir
  24. ainda vão pensar quando vão começar as aulas? se os pagamentos foram realmente efetuados, deveria começar na quarta-feira (dia 10) mesmo não é?

    ResponderExcluir
  25. SOU ALUNO PAGO EM DIA E QUERO TER AULA- quarta-feira agora!. Vocês ainda irão discutir, quando começam as aulas? Será que no final de Julho...

    Com salários em dia, as aulas devem começar na quarta-feira e não discutir para ver quando começam.


    OU ALUNO PAGO EM DIA E QUERO TER AULA

    ResponderExcluir
  26. CHEGA DE GREVE se os salários foram realmente pagos queremos aulas, toda vez ficamos esperançosos pensando que as aulas vão começar no dia em que vocês dão a previsão e quando chega no dia olhamos no blog ou ligamos para la e escutamos que a greve continua, quero aulas, todos nós queremos !

    ResponderExcluir
  27. QUERIDOS COLEGAS ALUNOS!

    ISSO É PARA VERMOS COMO OS PROFESSORES ESTÃO INTERESSADOS EM DAR AULA! COMO SE PREOCUPAM CONOSCO!!

    O TERMO FOI ACEITO COM A CONDIÇÃO DE PAGAMENTOS AOS 2 E 5 DE ABRIL, PARA QUE HOUVESSE O RETORNO IMEDIATO DAS AULAS!! PASSARAM A SEMANA PASSADA TODA RECLAMANDO QUE O PAGAMENTO NÃO CAIU NO DIA CERTO QUE, ATRASOU UM DIA, E BLA BLA BLA.

    TEMPO DE SOBRA PRA RECLAMAR ELES TIVERAM, SERÁ QUE NÃO TIVERAM TEMPO DE PLANEJAR O CALENDÁRIO ACADEMICO?

    QUER DIZER QUE MESMO QUE TODOS PAGAMENTOS TIVESSEM CAIDO CORRETAMENTE NOS RESPECTIVOS DIAS, NÃO TERIAMOS AULA NA SEGUNDA PORQUE NÃO TEM CALENDÁRIO??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Diogo, para o planejamento do calendário a greve tem que estar suspensa, porque o dia 1 do novo calendário é aquele do retorno ás aulas. Grato pelo apoio!

      Excluir
    2. E se hoje estiver tudo pago as aulas retornam amanha?

      Excluir
  28. ADGF, vocês poderiam informar até que data o Calendário pode ser refeito sem que haja prejuízo no ensino aos alunos?

    Muito se fala na reformulação do Calendário, mas até quando o Calendário pode ser reformulado?

    Os professores estão revendo seus direitos como trabalhadores, que é o certo, mas eu também não quero pagar o semestre sem ter aula.

    No aguardo de uma resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Calendário Acadêmico tem que dar conta do conjunto dos dias letivos, ele não tem que corresponder aos semestres civis, ele pode ter semestres acadêmicos que sejam diferentes daqueles. Porém, não é isso que deve acontecer, deveremos ter alguma extensão até o início de agosto para 2013.1

      Claro, isso depende da Galileo cumprir o Termo de Compromisso no que tange às demais datas.

      Excluir
    2. então não vamos perder o período desse primeiro semestre? vai dar para manter legal então?

      Excluir
    3. Queria saber como fica o caso de quem está no último período, pq se o período não vai acabar em junho, teremos que pagar boletos de julho e agosto? Não é justo ter que pagar 2 mensalidaes a mais pra pra se formar!!!

      Excluir
    4. Se você concluiria o curso neste semestre, teria que pagar até julho. Os formandos de 2013.1 poderiam se organizar e negociar pagamentos que se façam necessários para além de julho, caso isso ocorra.

      Excluir
    5. Acho estranho ter que pagar 7 mensalidades quando o contrato de renovação da matrícula fala em 6 parcelas, afinal trata-se de um "semestre". Vou levantar essa informação posteriormente. Agora, pagamentos posteriores não podem ocorrer. Isso seria imputar aos alunos formandos uma responsabilidade a qual não fazemos jus. Que órgão da UGF se encarregará dessa negociação?

      Excluir
    6. Na minha visão, conforme expressei antes, não existe correlação entre a data de pagamento e a prestação do serviço. Um semestre letivo é pago em 6 parcelas mensais - ex: Jan a Jun. Se, por quaisquer questões, a prestação do serviço ocorre entre abril e setembro, isto é indiferente. O serviço (semestre letivo) terá sido pago através das 6 mensalidades já pagas. Inventar uma correlação mensal entre pagamento e prestação de serviço tornaria implícito não existirem mensalidades durante os meses de férias, o que não ocorre !

      Excluir
    7. Atah..."os formandos se virem com o pagamento"...bela união professor/aluno!

      E os alunos que se formariam esse semestre e já irião iniciar uma pós graduação ou mestrado no semestre que vem, como fica?...Estou correndo risco de perder uma vaga numa pós por conta da minha empresa por que não ocnsigo nenhum documento no DAE durante a GREVE!

      Excluir
    8. "ADGF - ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES DA UGF9 de abril de 2013 08:16
      Se você concluiria o curso neste semestre, teria que pagar até julho. Os formandos de 2013.1 poderiam se organizar e negociar pagamentos que se façam necessários para além de julho, caso isso ocorra."

      Pagamentos ALÉM de julho? O que é isso? São SEIS parcelas para um semestre LETIVO, INDEPENDENTE do tempo que leve para este ser concluído. Que absurdo!

      Excluir
    9. Carlos, só agora vc percebeu que não há união entre professores e alunos? Somos apenas massa de manobra nenhuma decisão é a nosso favor.
      E aos que apoiaram, parabéns por perderem o mestrado, estágio, etc... isso já estava bem claro lá no início!

      Excluir
    10. Já que o semestre irá até agosto, pelo o que esta se desenhando, gostaria de saber como ficarão os compromissos já marcados dos alunos para as férias? Eu, por exemplo, tenho um compromisso para a última semana de julho marcado desde de 2011 e confirmado no inicio deste ano quando os dois primeiros calendários acadêmicos foram divulgados. Como eu ficarei em relação a isso?
      Apoiei esta greve até semana passada, entretanto não a condições de confiarmos em uma associação que não mantém a transparência e a confiabilidade nos documentos gerados por ela mesma.
      Estou muito triste com a situação por completo!

      Excluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Há um comunicado oficial da Galileo no site da UGF esperando o reinicio das aulas hoje (09/04).

    "Comunicado Galileo
    Informamos que foram concluídos todos os pagamentos dos professores da Universidade Gama Filho e Centro Universitário da Cidade, conforme calendário de pagamento previamente acordado.
    Desta forma, esperamos a normalização das aulas já nesta 3ª feira, dia 9 de abril.
    Em breve, será disponibilizado o novo calendário acadêmico."

    Hoje realmente haverá aula ou somente amanhã?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tem gente tendo aulas desde 2feira. MAs a ADGF quer impedir os professores lecionando....isso pq ela é nossa amiga!

      Excluir
    2. quem tá tendo aula desde segunda???

      Excluir
    3. Pessoal da candelária está tendo praticamente aula normal.

      Excluir
    4. Estudo no campus Candelária e estou sem aula desde o inicio das greves, há apenas 2 (dos 11 andares) em funcionamento.
      Os laboratórios de informatica, onde a maioria das aulas de Gestão de TI seria lecionada, não estão funcionando.

      Excluir
  31. A UGF ESTÁ EM GREVE AOS 9 DE ABRIL DE 2013. ASSEMBLEIA DE DOCENTES 18H.

    ResponderExcluir
  32. Prezados,

    Em 2011 a GALILEO pronunciou um discurso, por meio do então presidente da mantenedora e Reitor, dizendo que o lugar da UGF era entre as maiores universidades do país, e para esse fim o novo grupo mantenedor iria investir em ensino e pesquisa. No mesmo discurso, a GALILEO disse que ao dar as condições de trabalho, iria exigir a contrapartida da comunidade acadêmica, em particular do corpo docente, ou seja: ensino e pesquisa de qualidade deveriam acontecer. JUSTÍSSIMO! Afinal uma UNIVERSIDADE de VERDADE tem ensino e pesquisa de qualidade.

    Caros colegas, esse discurso nunca saiu da minha mente, e eu também acredito que dando condições para ensino e pesquisa ao docente e exigindo resultados, a UGF ficará entre as maiores do país. Da mesma forma, a grande maioria dos docentes também acredita nesse discurso e quer ajudar a UGF ficar entre as melhores universidades do Brasil.

    Vamos ser justos, logo após aquele discurso, pequenas coisas começaram a melhorar. Começaram alguns investimentos em infraestrutura e reformulações acadêmicas/administrativas. Entretanto os bons ventos de mudança pararam de soprar. Como desconheço a razão do que aconteceu, não culpo ninguém. Apenas lamento muito e fico na espera que ventos melhores e mais fortes voltem a soprar.

    Colegas, salvo o curto período dos bons ventos, não é de agora que a UGF vem passando por dificuldades financeiras, acadêmicas e de infraestrutura. Entretanto, ao longo de mais de dez anos de dificuldades, essa foi a PRIMEIRA vez que a comunidade acadêmica se mobilizou para tentar mudar isso: Professores e Funcionários entraram em greve, alunos foram para as ruas e fizeram-se ouvir.

    Com a greve e sua apropriada iminente suspensão (não estou falando em suspensão do movimento de mudança que está apenas se iniciando ou reiniciando), eu vejo algumas conquistas que coloco a seguir:
    1) Os Professores, enfim, se mobilizaram como um todo e se mostraram como uma coletividade ao respeitarem decisões de assembleias;
    2) Os professores ganharam crédito com a mantenedora ao aceitar a proposta de parcelamento de salários;
    3) Os professores buscarão ainda mais a qualidade de ensino, pois este é o princípio fundamental para sobrevivência da UGF;
    4) Os professores enxergaram que não basta ter salários em dia, tem que haver também vigência de uma autonomia acadêmica;
    5) Os alunos também se mobilizaram e exigiram seus direitos;
    6) Os alunos deixaram claro que querem ensino de qualidade;
    7) Os alunos também enxergaram que a estrutura acadêmica existente é deficiente e tem que haver também vigência de uma autonomia acadêmica;
    8) A UGF (Reitoria) percebeu que têm grupos organizados, comprometidos com a qualidade e dispostos a fazer a UGF a ocupar um lugar de destaque no cenário nacional;
    9) A GALILEO tem de volta a chance de fazer àquele discurso de 2011se tornar realidade.

    Alguns alunos me falaram, depois da última assembleia, que não nos apoiarão mais em qualquer greve. Estavam cansados, tristes e se sentiram decepcionados com nós professores. Eu entendo e respeito à decisão deles.

    Apenas peço a estes e aos demais, que continuem ao lado dos docentes em busca da qualidade de ensino, pois a integração professor/aluno é primordial para o sucesso dessa missão.

    Ao contrário do que possa ter parecido nessa greve, o que motiva REALMENTE o professor entrar em sala de aula são os Alunos querendo Aula. E essa é a MAIOR vitória do movimento, pois os alunos estão gritando a todos os ventos: “QUEREMOS AULA!”

    Por fim, acredito que ser professor é muito mais do que lecionar, é também, promover transformações. Para este fim, o professor ensina e mostra publicamente um compromisso de conduta de trabalho numa atividade que exige contínua exposição de convicções.

    Grande abraço a todos,

    Prof. Antônio Carlos de Abreu Mol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pela coragem e cuidado com a Patrulha!!!! Espero que sua ponderação sirva de exemplo ao Exmo. Ilmo. Sr. Prof. Dr.

      Excluir
    2. Palavras bonitas e sábias....mas e para aqueles alunos que perderam estágio por causa da greve? E para os alunos que estão se transferindo e levando os amigos juntos? E para aqueles que saíram e estão satisfeitos em outros lugares? Legal, vamos viver a realidade!

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Prezado “Federal”,
      Na minha mensagem, tentei mostrar um breve histórico do que está passando na UGF e no que acredito.
      Infelizmente, além das “vitórias” que listei, também existiram casos ruins e tristes dos dois lados (professores e alunos).
      “Federal”, minha intenção não foi colocar palavras bonitas sem fundamento. Coloquei um histórico e o que REALMENTE penso, e procuro conduzir com meu trabalho.
      O que deixei no final da mensagem foi uma proposta real, para que alunos e professores permaneçam juntos e, promovam a qualidade de ensino.
      Neste caso, eu gostaria de convida-lo a conhecer os trabalhos de Pesquisa Multidisciplinar (Integrando computação, Medicina e outros cursos) realizados no prédio AR da UGF. Quem sabe, você também não se insere nesta REALIDADE e digo, sem nenhuma demagogia: EU FICAREI MUITO FELIZ!
      Grande abraço,
      Prof. Antônio Carlos de Abreu Mol
      Obs.: Tá na hora de Arregaçar as mangas.

      Excluir
  33. A UGF não está em greve, os professores sim. Viu o ato falho? A ADGF acha que é a própria UGF...
    Estarrecedor!!!

    ResponderExcluir
  34. VÃO VER QUANDO VAI VOLTAR A AULA? TÃO DE SACANAGEM NÉ? NÃO TEM TEMPO PRA PERDER HOJE, NO MAXIMO AMANHA ! FALA SÉRIO!

    ResponderExcluir
  35. A partir do momento que eles assumiram o compromisso de voltar as aulas imediatamente após o recebimento, e eles recebem e ainda "tem que ver" se vai sair da greve ou não, é porque não querem dar aula.

    ResponderExcluir
  36. Um comentário a todos. Acredito que, estejamos em vias de que seja consolidado o retorno às aulas, dentro de um Calendário a ser acordado entre todas as partes.

    Acredito que seja importante que a Universidade continue (ou volte) a ser o Órgão competente para anunciar a retomada de aulas, publicar o novo Calendário, etc.

    Aos Professores e aos Alunos, cabem deliberar entre seus pares e (sendo possível) em conjunto, sobre suas ações e decisões, que devem então tornar-se comunicadas à Universidade (que pode, até mesmo, participar deste Colegiado).

    Entretanto, por uma questão de responsabilidade, competência e organização, deve ser no site da Universidade que informações oficiais sejam publicadas.

    Se não desejamos o caos (e estou certo de que nenhum de nós deseja), precisamos retornar a um estado de normalidade.

    ResponderExcluir
  37. Sou a favor dos estudantes fazerem uma manigestação contra os professores da UGF, pedindo o retorno imediato das aulas, pois os problemas atuais podem ser resolvidos durante as aulas. Ver professor sair rindo da assembléia e aluno triste é deprimente, quero ver rir quando a universidade fechar e eles ficarem sem salários e sem FGTS, sem nenhum direitos trabalhistas. AULAS JÁ, ou TODOS IRÃO SAIR!!!!

    ResponderExcluir
  38. verdade se estiver tudo certo mesmo as aulas tem que voltar amanha, não esperar ainda mais !

    ResponderExcluir
  39. GREVE PORQUE? VOCES RECEBERAM!!!..DEIXE OS OUTROS PROBLEMAS PARA SEREM RESOLVIDOS, COM AULA EM ANDAMENTO...ESTAMOS SENDO PREJUDICADOS!

    ResponderExcluir
  40. Espero que nao haja membros de outras ies dentro da adgf afim de afundar de vez a ugf ou atrazar o retorno das aulas para que os alunos sejem obrigados a fazer uma transferencia continua.

    ResponderExcluir
  41. ADGF, em Agosto , entre os dias 05 e 19 tenho um treinamento pela empresa em que trabalho e não poderei assistir as aulas. Essa programação foi feita por se tratar do início do semestre e eu não perderia provas.

    Mas agora com toda essa situação provavelmente estaremos fazendo provas finais do 1º semestre, ainda.

    Se eu perder essas provas vai haver alguma flexibilidade para fazer a segunda chamada?

    E outra coisa, eu não sei se são os professores que estão respondendo pela ADGF - ASSOCIAÇÃO DOS DOCENTES DA UGF, mas eu acho interessante que alguém responsável pela coordenação respondesse nossos questionamentos, pois os professores dão uma posição, mas quando levamos para coordenação do curso a resposta é outra. Principalmente dúvidas sobre pagamento e outra coisas que normalmente são resolvidas fora da sala.

    ResponderExcluir
  42. http://www.ugf.br/index.php?q=noticias/3011

    ResponderExcluir
  43. Comunicado Galileo
    Informamos que foram concluídos todos os pagamentos dos professores da Universidade Gama Filho e Centro Universitário da Cidade, conforme calendário de pagamento previamente acordado.
    Desta forma, esperamos a normalização das aulas já nesta 3ª feira, dia 9 de abril.
    Em breve, será disponibilizado o novo calendário acadêmico.

    http://www.ugf.br/index.php?q=noticias%2F3011

    ResponderExcluir
  44. ADGF, começaram bem mas se perderam na vaidade..... Se as aulas não começarem amanhã estará mais do que provado que se tornou algo pessoal entre os docentes e a Galileo. Importante deixar claro que os professores que querem continuar com a greve estão vinculados ao Centro Universitário da Cidade... Favor Professores pensar na UGF apenas e mais nada!! Espero que a minha indignação acabe hoje com fim deste problema, caso contrario sou a favor da Galileo começar a descontar o salario de quem não for trabalhar!!!!

    ResponderExcluir
  45. Confesso que no começo dessa zona toda, fiquei muito feliz pela ADGF aparecer, ressurgir, ser criada, enfim...o que vcs quiserem entender. Tendo em vista que sou aluno da Gama Filho ha 11 anos, isso mesmo, 11 anos, ja estou na minha segunda graduacao e NUNCA soube da existencia dela, caso existisse ne? Falamos tanto em democracia que esquecemos de levar em conta um detalhe, se tinham 93 professores e desse total 3 nao receberam, que é exatamente 3,22% do total de professores que receberam. Acho que democracia é quando a maioria decide por um bem comum e isso é seguido. Entao, se a MAIORIA recebeu, sejamos um pouco democraticos, a greve deveria ter acabado, correto? É obvio que esses 3,22% nao receberam por algum problema do banco, ou deles mesmos, como citado pela galileo, a portabilidade bancaria. Enfim, é so uma opiniao que gostaria de compartilhar.

    ResponderExcluir
  46. Acho que por hora não tem motivo alarmante para continuar essa greve, concordo que sem salário não tem como trabalhar pois nem relógio trabalha de graça mas se todos os professores foram pagos o que foi acordado todos tinham que concordar das aulas começarem pra ontem pois os alunos não sabem mais o que fazer, estamos pagando as mensalidades e não estamos tendo retorno algum. Estou todos os dias entrando nesse blog pra ver se consigo uma notícia boa, mas todas as minhas visitas aqui foram frustradas. Hoje quando acordei queria ler que as aulas voltam amanha mas nada certo ainda, tá dificil.

    ResponderExcluir
  47. Dindin na conta, professores felizes. Agora dá para acabar logo com a greve? Vocês buscam seus direitos, mas nós, alunos, queremos nossos direitos também!

    ResponderExcluir
  48. Respostas
    1. Kkkkkkkk....aulas???
      Mas facil você perguntar sé tem assembleia hoje!!!
      Aí eu te respondo que sim colega.

      Excluir
  49. O que é um todo, sem uma parte?
    Muito bem professores continuem a greve enquanto não regularizarem todos as situações pendentes pela Galileo.
    Agora quem é Vilão são os Professores!
    Só tem aluno, vagabundo, criado a base de leite ninho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara quem é vc para julgar algum aluno? n sabe o que falar não fala merda! o unico que vejo base de leite ninho aqui e vc, que ofende os outros e nem seu nome coloca para se identificar, o fanzinho do chuck norris quer falar que alguem e criado a base de leite ninho? shiu cara! olha pro teu umbigo!

      Excluir
    2. Engraçado você perguntar o que é um todo sem uma parte; o que seria dos professores sem os vagabundos bebedores de leite ninho? Eles existiriam?
      Já passou da hora de dizer quem é vilão ou mocinho, é tempo de cada qual cumprir com seus deveres e o dever dos docentes é retomar com as aulas, cumprindo com o que eles acordaram.

      Excluir
    3. Professor recebe o dinheiro, e mesmo assim não quer trabalhar. E o aluno que é vagabundo... pelo amor de Deus.¬¬'

      Excluir
    4. Eu acho que ele tava ironizando galera...

      Excluir
  50. Espero que na assembleia de hoje os professores acabem com a greve, pois greve é coisa séria, caso contrario estarão banalizando esse direito do trabalhador!!! ADGF precisa compreender que discentes não são palhaços!!!

    ResponderExcluir
  51. A galileu, esta divulgando um novo comunicado que as aulas irão retomar nesta terça feira dia 9.
    http://www.ugf.br/index.php?q=noticias/3011

    ResponderExcluir
  52. se tudo correr bem na assembleia de hoje terça feira as aulas voltam na quarta

    ResponderExcluir
  53. Esses alunos são iguais ao Marcos Feliciano.

    ResponderExcluir
  54. Esse caso é complicado. É muita falcatrua com um pouquinho assim de vadiagem.

    ResponderExcluir
  55. Os alunos de engenharia da UC não tiveram greve, prosseguiram com seu período letivo.
    Isso não afetará a reformulação do novo calendario acadêmico?

    ResponderExcluir
  56. ADGF, como podemos tratar esse assunto? O professor encaminhou esse email com a seguinte informação. Procede? O mesmo informou também, que não aderiu a greve. E exigiu o material em sala.
    ---------- Mensagem encaminhada ----------
    De: "Marco Calvinho"
    Data: 09/04/2013 16:50
    Assunto: material de hoje aula
    Para: XXX


    AMIGOS A GREVE DOS PROFESSORES TERMINOU. . .A MINHA NEM SEQUER TINHA COMEÇADO. . AULA HOJE NORMAL. . . .. . IMPRIMIR O MATERIAL E LEVAR. . .



    --

    Atenciosamente,

    Prof. Msc. Marco Antonio Calvinho
    Universidade Gama Filho - UGF
    Matrícula: 19723-8

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é veterano ou calouro na UGF?
      Porque agora eu fiquei preocupado. Sou novo lá na UGF.
      Está tendo aula normal gente? o.O

      Excluir
    2. Segundo a Profª Ana Maria de Cálculo Básico, os calouros de engenharia não tiveram aula na greve. Se teve professor que deu aula... Fu****

      Excluir
  57. O que eu acho engraçado é que vivemos no século 21, ou seja, muuuitas tecnologias que facilitam nosso dia-a-dia. O que estou querendo dizer com isso é que o Docentes podiam muito bem fazer uma twitcam, ou se não tiver câmera, alguém levar o notebook com acesso a internet e postar notícias da assembléia.
    Porque ficar acordado até tarde pra ver se amanhã vai ter aula ou não, pra no dia seguinte acordar 4 e meia da manhã não é mole né?

    p.s.: Acordo esse horário porque moro longe!!

    Obs.: Alguém sabe o motivo o telefone da biblioteca e coordenação do pólo de engenharia não estarem funcionando?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os tels foram cortados...

      Excluir
    2. Se não tem ar-condicionado nas salas, imagina wi-fi.kkkkkk

      Excluir
    3. Para tudo!!!!!!!!!!!!!!
      Então como a gente vai voltar a estudar sem ar-condicionado, sem laboratórios, sem elevadores...
      E os funcionários vão trabalhar sem ar-condicionado, sem telefones...
      Gente, se cortou isso tudo então nem internet tem né?

      DESPIRAM A UNIVERSIDADE!!!!!!!!!!!! kkkk

      Excluir
  58. E ai colegas alguma novidade da assembléia? Teremos aula amanhã ou não?

    ResponderExcluir
  59. QUALQUER NOTICIA DA ASSEMBLEIa botem logo aquiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  60. "Aceitamos o Termo de Compromisso pensando nos alunos, já que nele consta recebermos 1.3 salário de maneira parcelada..."
    Vocês, docentes, vão receber o mês de MARÇO sem terem feito NADA. Vocês poderiam dizer que estaVAM no prejuízo, mas agora... Acham mesmo que ainda continuam com ele? Com quem esse prejuízo estava e vai CONTINUAR estando? Sim, pq a situação pode, e tudo indica que vai, se regularizar. Mas quanto os alunos? Vão ter seus 60 dias de aula (pois pagaram por ele) futuramente? Se sim, ainda sim estaríamos com o prejuízo na organização cronológica... Ou seja, pelo fato de apoiarmos vocês (pois poderiamos trocar de IES, como reação comum de qualquer cliente insatisfeito), vocês ainda querem que enxuguemos suas lágrimas. Enquanto nós esperávamos que vocês apenas se levantassem e reconhecessem tudo isso que aqui foi dito.

    ResponderExcluir
  61. Estou cansado. Sou trabalhador e pai de família e como muitas pessoas, tenho os meus problemas. Essa "condição" atual da UGF se tornou mais um problema na minha vida. Um problema remediado e sem solução definitiva, pois se discute o término da "greve", para então virmos a ter o "estado de greve". Sinceramente, a ideia de em todo início de mês ter a preocupação se teremos ou não o retorno da greve, já me basta. Não há mais "clima". Professores e alunos discutindo em um blog, cada um com a sua razão. Eu pago, e pago caro, muito caro para "ter" aulas. Não tive nenhuma. Alteração do calendário acadêmico! Programei meus compromissos com base no primeiro calendário, daí veio o segundo e agora o terceiro! Tenho viagens programadas. Faço o que? Mais prejuízo!
    Adeus Universidade Gama Filho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Idem... Iria começar meu primeiro período na UGF. Antes de realizar a matrícula na universidade, pesquisei, fiquei em alerta sobre os problemas de administração que constam nela. Mas tinha ouvido dizer que os professores eram excelentes, e isso foi o que neutralizou todos os problemas para que me animasse a me matricular. Agora, me deparo com esse tipo de situação, que pôs à prova tudo o que eu ouvi falar... e foi reprovado. Engraçado, não? Docentes.. comportamento... reprovados... Não. Não é. Se vou perder esse semestre, prefiro parar de pagar, diminuir meu prejuízo, e sair fora deste problema.
      "Essa pica não é mais minha!"

      Excluir
  62. FIM DA GREVE! AULA NORMAL AMANHÃ!!

    ResponderExcluir
  63. jura que amanhã tem aula???? acho que vou até chorar de emoção rsrss

    ResponderExcluir
  64. Alguém tem informação sobre o resultado da Assembléia de hj a noite?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vc tiver alguma informação confiável sobre o resultado da Assembléia pode por gentileza postar ? Obrigada Paty

      Excluir
  65. Leandro Cabral , de onde vc tirou esta informação do termino da greve?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paty um amigo que estava na assembleia e professores me informaram, via telefone.

      Volta as aulas amanha!

      Excluir
  66. Alguém sabe me dizer se semiologia também voltou na sa casa normalmente? Obrigada desde já!

    ResponderExcluir
  67. ainda nada oficial que a greve acabou

    ResponderExcluir
  68. A greve, segundo a UGF, acabou !

    http://ugf.br/index.php?q=noticias/3011

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. segundo a galileu sim mas segundo os professores ainda nao
      a reuniao de hj e pra cnfirmar realmente todos os pagamentos e reformular o calendario

      Excluir
  69. Acabou a greve. Amanhã cada um segue seu plano de aula! Bons estudos a todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vns como e que vc sabe ?
      Nao seria mais adequado a ADGF se manifestar ?
      Entrei no site da Gama Filho e nada consta qto ao retorno as aulas .
      Estou torcendo q estejas certo . Mas como sabe ?
      Obrigada
      Patylemos

      Excluir
    2. Eu estava lá nas assembleias.

      Excluir
  70. assim fica difícil né, uns dizem que acabou outros não...e ai? tenho que acordar as 4:30 pra ir pra gama ou não???

    ResponderExcluir
  71. po pera aí, amanhã tem ou não tem aula?? Galileo diz sim mas professores diz nao?? Diz aí tem ou nao tem?? Porque ontem fui lá atoa :s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inês e AFA , vcs estão certos , precisamos saber com certeza. Por que a ADGF nao se manifesta .? Acho melhor esperarmos o comunicado oficial da ADGF . Concordam?

      Excluir
    2. é verdade, ou seja, até uma da manhã esperando aqui rsrs

      Excluir
  72. Não é possivel que essa reunião ainda não tenha acabado, por que ninguém dá nenhuma satisfação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. The estas coisas demoram mesmo ! Imagina mais de 100 pessoas querendo expor suas opiniões . Tem sempre um grupo q eh prolixo , sem objetividade.
      Fique calma, vai dar tudo certo. Acredite

      Excluir
  73. Estou ansioso pra volta as aulas :D como podem ver no meu perfil aqui, larguei meu curso pra fazer a faculdade a agora estamos sem aula? po nada a ver ne ;/ e o telefone da ugf só da ocupado

    ResponderExcluir
  74. Eu quero informação oficial sobre a assembleia...vai voltar as aulas amanhã ou não?

    ResponderExcluir
  75. Moderação, gente.

    Especular e exaltar-se com as próprias especulações não irá levar a nada.

    Como fazem sempre, ao final da Assembléia, a ADGF irá manifestar formalmente aqui sua decisão.

    Havendo coincidência entre a posição da ADGF e a da Gama Filho, expressa no site, a greve chegou ao fim !

    Se algo diferente acontecer, aí sim reage-se a uma situação concreta... Só um pouco mais de paciência !

    ResponderExcluir
  76. ACABEI DE RECEBER UM EMAIL DO NEURY COOR. CIENCIA DA COMPUTACAO, ME INFORMANDO QUE A ASSEMBLEIA DECIDIU HOJE PELO FIM DA GREVE, E AS AULAS COMEÇAM AMANHÃ NORMALMENTE!!


    FINALMENTEEEEEEE!!!

    ResponderExcluir
  77. Prezados Alunos,

    Informo que a decisão da assembléia de hoje foi pela retomada das aulas a partir de amanhã, dia 10 de Abril, no horário normal, portanto, compareçam normalmente as aulas.

    Att

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Íleo , como podemos ter certeza? A ADGF nao vai se pronunciar ?

      Excluir
    2. ela vai, mas como de costume, so no fim da noite

      Excluir
  78. Galera acabei de receber um email do coordenador do meu curso(Ciência da Computação) informando que foi decidido pelo término da greve! Retorno as aulas amanhã!!!

    ResponderExcluir
  79. Eu fico pensando o que eu vou fazer.
    Estou grávida e quando resolvi fazer matricula esse semestre foi justamente porque daria tempo de fazer o semestre antes do bebê nascer (previsto para inicio de agosto).
    Agora me respondam, se o calendário entrar agosto terei a chance de fazer as ultimas provas em caso especial?

    ResponderExcluir
  80. Prezado “Federal”,
    Na minha mensagem, tentei mostrar um breve histórico do que está passando na UGF e no que acredito.
    Infelizmente, além das “vitórias” que listei, também existiram casos ruins e tristes dos dois lados (professores e alunos).
    “Federal”, minha intenção não foi colocar palavras bonitas sem fundamento. Coloquei um histórico e o que REALMENTE penso, e procuro conduzir com meu trabalho.
    O que deixei no final da mensagem foi uma proposta real, para que alunos e professores permaneçam juntos e, promovam a qualidade de ensino.
    Neste caso, eu gostaria de convida-lo a conhecer os trabalhos de Pesquisa Multidisciplinar (Integrando computação, Medicina e outros cursos) realizados no prédio AR da UGF. Quem sabe, você também não se insere nesta REALIDADE e digo, sem nenhuma demagogia: EU FICAREI MUITO FELIZ!
    Grande abraço,
    Prof. Antônio Carlos de Abreu Mol
    Obs.: Tá na hora de Arregaçar as mangas.

    ResponderExcluir