quarta-feira, 30 de abril de 2014

Dia do Trabalhador, 1º de maio: Docentes do Ensino Superior Desempregados



Após a decisão do descredenciamento de duas das mais importantes IES do Rio de Janeiro, Universidade Gama Filho e Centro Universitário da Cidade, o MEC comprometera-se a acompanhar a contratação de docentes destas instituições, como parte do compromisso da transferência assistida. 


Os trabalhadores do mundo todo comemoram o 1º de maio, dia do trabalhador, fruto da luta social por melhores condições de trabalho, salário justo e empregabilidade para todas e todos. 

A decisão do MEC deixou mais de mil docentes do ensino superior desempregados, sem salários e sem que nenhum dos direitos trabalhistas tenham sido cumpridos pela Mantenedora que ele descredenciou. 

A ADGF manifesta seu desagravo em função dessa condição de desemprego provocada pelo equívoco da decisão do MEC. 

Docentes do ensino superior são trabalhadores da educação, devem ter seus direitos respeitados e a empregabilidade apoiada, em especial quando é efeito de decisões governamentais desmesuradas que afetam sua sobrevivência e de suas famílias.

Um comentário:

  1. http://professorbrasileiro.blogspot.com.br/2014/04/valeu-pena-os-culpados-ficaram-impunes.html

    ResponderExcluir